-
Depois do selo e do kit de primeiros socorros, vem aí mais uma garfada no bolso dos motoristas: o extintor de incêndio ABC


PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO  |  POLICIAL  |  ARQUIVO DE NOTÍCIAS  |  CONTATO
 




17/12/2014

Depois do selo e do kit de primeiros socorros, vem aí mais uma garfada no bolso dos motoristas: o extintor de incêndio ABC


Quem não se lembra de um selo que os motoristas tinham que adquirir e colocar no para-brisa do carro para poder rodar? E o tal do kit de primeiros socorros, que todo mundo comprou porque, obrigatoriamente, todos tinham que ter nos carros, sob pena de multa? Depois de muito barulho, o tal kit teve a obrigatoriedade suspensa, mas só depois de ter gerado muito lucro às empresas que o produziam...

 

Pois agora vem mais uma destas obrigatoriedades que tem mais o objetivo de ‘garfar’ o bolso do pobre do motorista. Essenciais e obrigatórios em caso de acidentes, os extintores de incêndio deverão ser trocados em 2015 por conta de um novo componente inserido na sua fórmula.

 

Apesar de todos os carros que são fabricados no Brasil saírem de fábrica com o extintor apropriado, muitos ainda não possuem o tipo ABC. O tipo BC, mais usado atualmente, além de ter validade de somente de um ano, só combate incêndios de líquidos inflamáveis, representado pela letra “B” e equipamentos elétricos, representados pela letra “C”.


Um extintor de incêndio do tipo ABC custa em torno de R$ 80. Após o fim da validade de 5 anos, ele não pode ser trocado. O motorista tem que adquirir um novo e se virar para dar fim ao cilindro

 

Porém, não é eficiente caso o estofado do carro pegue fogo, por exemplo.O novo extintor tem adicionado em sua composição a substância necessária para combater incêndios do tipo “A”, como no estofado do carro. Apesar de seu preço mais alto, o novo modelo tem validade de cinco anos. Caso o seu extintor já esteja vencido e queira trocar por um novo, é possível encontrar o modelo ABC nas lojas especializadas e até nos postos de combustíveis.

 

Desde 2005, todos os carros novos produzidos no Brasil já saem com o extintor do tipo ABC. Mas ainda existem no mercado de reposição os modelos BC para os veículos fabricados até 2004. Por isso, a lei exige que todos os automóveis usem o ABC em 2015.

 

De quanto será a garfada... ou melhor, o desembolso:

 

Um extintor do tipo ABC custa algo em torno de R$ 80,00. O detalhe é que, ao final da validade, ele não pode ser trocado, como ocorre com os extintores do tipo BC. O usuário tem que comprar um novo e se virar para dar fim ao cilindro. Já pensou? Que serventia tem pra você um cilindro de extintor???

 

E, só para lembrar, a obrigatoriedade começa a valer em 1º de janeiro de 2015. Outro detalhe: andar sem extintor ou com o equipamento fora da validade resulta em multa de R$ 127,69 e cinco pontos na CNH. Observe e não esqueça de retirar o plástico protetor. Isso também rende multa, por dificultar o acesso ao item. Que beleza, não???

 

Do Blog Carlos Magno






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Político
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno