-
Padre é morto degolado durante celebração e papa Francisco expressa “dor e horror” pelo ataque


PGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLTICA  |  RELIGIO  |  POLICIAL  |  ARQUIVO DE NOTCIAS  |  CONTATO
 




26/07/2016

Padre é morto degolado durante celebração e papa Francisco expressa “dor e horror” pelo ataque


O papa Francisco expressou "dor e horror" pelo "assassinato bárbaro" de um sacerdote em uma igreja da França, declarou nesta terça-feira o porta-voz do papa, Federico Lombardi, em um comunicado do Vaticano.

 

"Estamos particularmente abalados por esta violência horrível ocorrida em uma igreja, um lugar sagrado no qual se anuncia o amor de Deus", disse o comunicado do Vaticano.


Padre Jacques Hamel, de 84 anos, foi degolado após dois homens armados com faca invadirem a paróquia em que trabalhava em Saint-Etienne-du-Rouvray, na Normandia, nesta terça-feira (26) (Foto: AFP)

 

A Santa Sé reagiu, assim, ao trágico desenlace de uma tomada de reféns ocorrida na localidade francesa de Saint-Etienne-du-Rouvray, no norte da França.

 

O arcebispo da cidade próxima de Rouen, Dominique Lebrun, indicou que a vítima se chamava Jacques Hamel e tinha 84 anos. Seus agressores foram abatidos pela polícia.

 

O Papa condena "da forma mais radical toda forma de ódio e reza pelas pessoas atingidas", disse Lombardi, referindo-se à solidariedade do Vaticano com "a Igreja na França, a Arquidiocese de Rouen, a comunidade afetada e o povo francês".

 

Este último ataque aumenta a tensão na França, um país abalado nos últimos 18 meses por vários atentados terroristas – AFP.

 

O atentado – Dois homens armados com facas fizeram reféns um padre, duas freiras e dois fiéis em uma igreja de Saint-Etienne-du-Rouvray, na região da Normandia, no norte da França, na manhã desta terça-feira (26). O padre de 84 anos foi morto. Outros três reféns ficaram feridos - um em estado grave.

 

De acordo com o jornal francês "Le Figaro", os dois homens armados entraram na igreja durante uma missa. Fontes policiais informaram que pelo menos um deles usava barba e espécie de gorro de lã utilizado por muçulmanos.

 

Agentes do corpo de elite da Brigada de Investigação e Intervenção (BRI) da polícia local cercaram o imóvel e tentaram negociar com a dupla. O cerco só acabou após 40 minutos quando agentes de segurança mataram os criminosos. Jacques Hamel, que foi degolado, trabalhava nessa igreja há cerca de 20 anos.

 

Uma pessoa foi presa durante as investigações do atentado, de acordo com a Associated Press – G1.

 

Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a “Maria Suvacão”


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber “quais pessoas se importariam com sua ausência” e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Poltico
 Cel. (83) 99993-6070 / (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno