-
Infarto fulminante mata jovem de 29 anos: uso de suposto anabolizante pode ter sido a causa


PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO  |  POLICIAL  |  ARQUIVO DE NOTÍCIAS  |  CONTATO
 




09/10/2016

Infarto fulminante mata jovem de 29 anos: uso de suposto anabolizante pode ter sido a causa


Uma mulher de 29 anos morreu na tarde da última quinta-feira (6), após fazer uso de suposto anabolizante, na Zona Leste de Manaus. De acordo com familiares, a autônoma Lucilene Souza Lima aliava os exercícios físicos ao uso de medicamentos, que teriam sido receitados por um personal trainer. A vítima teve um infarto fulminante e chegou morta ao hospital.

 

Lucilene Lima era natural de Autazes - município a 113 km da capital - e morava no bairro Jorge Teixeira. Na tarde de quarta (6), por volta de 16h, a autônoma saiu a pé para comprar comida. Entretanto, ela passou mal na Rua dos Cosmos, a poucos metros da residência onde ela morava com o namorado.


Lucilene Souza Lima tinha 29 anos e fazia academia. Ela aliava os exercícios físicos ao uso de medicamentos, que teriam sido receitados por um personal trainer. A vítima teve um infarto fulminante e chegou morta ao hospital

 

Um conhecido da família que passava pelo local reconheceu Lucilene e a levou para o Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, mas a autônoma morreu ainda no caminho da unidade de saúde.

 

Segundo informações da cunhada de Lucilene, que não quis ser identificada na reportagem, a autônoma passou a ingerir um gel há três semanas, junto a suplementos alimentares, para melhorar o desempenho na academia.

 

"O amigo que a socorreu disse que ela desmaiou e começou a ficar com o corpo roxo. Nós não sabíamos se ela usava anabolizantes. Falávamos para ela que ela tomava uma quantidade exagerada de remédios, mas ela não ouvia", disse a cunhada ao G1.

 

De acordo com o laudo preliminar do Instituto Médico Legal (IML), Lucilene Lima teve um mal súbito e não teve a causa da morte determinada. Um médico do hospital que recebeu a autônoma informou que os órgãos da vítima estavam comprometidos pelo usado dos medicamentos.

 

"Nós levamos os medicamentos que ela tomava para o hospital e o médico disse que aquele gel estava corroendo os órgãos dela, que o fígado estava todo corroído. Ela era muito bonita, mas queria a perfeição e estava obcecada. Ela se sentia gorda e nós não entendíamos o porquê disso", completou a cunhada da vítima.

 

Os remédios e suplementos usados por Lucilene Lima vão ser analisados. A causa da morte será investigada – G1.

 

Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a “Maria Suvacão”


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber “quais pessoas se importariam com sua ausência” e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Político
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno