PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




24/10/2016

Raimundo Lira, na condição de Relator na CAS das emendas à Proposta Orçamentária 2017, destina quase R$ 1,5 bilhão à Saúde


Na condição de Relator das emendas à proposta de Lei Orçamentária (PLOA) 2017 na Comissão de Assuntos Econômicos – CAS do Senado Federal, o Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) destinou R$ 1.495.000.000,00 à Saúde no Brasil. As emendas foram aprovadas por unanimidade e elogiadas pelos membros da CAS.

 

A primeira emenda, no valor de R$ 440 milhões, beneficia a Rede Sarah de Hospitais de Reabilitação, que segundo Lira, “proporciona serviços de saúde de primeira qualidade, reconhecida mundialmente e que merece receber o apoio do Congresso Nacional”.


Na condição de Relator das emendas à proposta de Lei Orçamentária (PLOA) 2017 na Comissão de Assuntos Econômicos – CAS do Senado Federal, o Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) destinou R$ 1.495.000.000,00 à Saúde no Brasil

 

A segunda destina R$ 520 milhões para a aquisição de equipamentos hospitalares, a exemplo de mamógrafos, dentre outros, para a realização de exames na rede pública de saúde. “Muitas pessoas carentes passam até um ano para ter acesso a um exame de imagem pelo SUS e, muitas vezes, quando o exame é feito, a doença já está em estágio de difícil cura. É uma ação meritória”, disse Lira.

 

A terceira destina R$ 240 milhões para a rede de serviço de Atenção Básica à Saúde. Lira argumentou que é na Atenção Básica onde ocorre o primeiro atendimento. “À medida que esse atendimento melhora, tira um pouco a pressão de cima dos hospitais”.

 

A quarta emenda destina R$ 295 milhões à Funasa, para a implantação, ampliação e melhoria de sistemas públicos de abastecimento de água em cidades com até 50 mil habitantes. Raimundo Lira lembrou que não apenas no Nordeste, mas em todo o Brasil, as pequenas cidades sofrem com o colapso no abastecimento de água.

 

Ele explicou que foram priorizadas as emendas com mais abrangência em relação às pessoas de baixa renda, contemplando investimentos em Saúde. “As populações mais carentes, mais pobres, sofrem com o atendimento deficiente da Saúde no Brasil”, disse - Assessoria.


Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a “Maria Suvacão”


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber “quais pessoas se importariam com sua ausência” e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno