PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




08/04/2017

VEJA VÍDEO: Multidão tenta linchar casal por conta de boatos no WhatsApp


Boatos que circularam em mensagens de WhatsApp quase levaram à agressão e linchamento de um casal esta semana em Araruama (RJ). O homem e a mulher foram cercados por uma multidão dentro do carro em que estavam e sofreram ferimentos leves. A Guarda Civil e a Polícia Militar foram acionadas e retiraram as vítimas do local.

 

As fotos do carro branco e áudios foram compartilhados pela população local. Em um dos relatos, um homem afirma ser pai de uma criança vítima do casal. Na mensagem ele diz que é para as pessoas tomarem cuidado porque o homem e a mulher estavam abordando crianças e tentando levá-las para dentro do carro.


O homem e a mulher foram cercados por uma multidão dentro do carro em que estavam e sofreram ferimentos leves. A Guarda Civil e a Polícia Militar foram acionadas e retiraram as vítimas do local

 

O motorista do veículo cuja foto circulou pelo aplicativo, Luiz Aurélio de Paula, disse que tentou se explicar para a população revoltada, antes que as agressões começassem. Ele relatou que um grupo invadiu o carro. Para tentar se defender, ele dirigiu até uma padaria para tentar provar aos moradores que estava trabalhando como vendedor.

 

Apesar das explicações, as agressões tiveram início e o número de agressores foi crescendo. De acordo com a Guarda Civil e a PM, cerca de 200 pessoas se aglomeraram em volta do carro e atuaram no crime.

 

O caso aconteceu no bairro Mutirão. Os moradores quebraram partes do carro e tentaram virá-lo. O tumulto só terminou com a chegada das viaturas. Depois que o homem e a mulher foram resgatados, uma mulher que estava no meio da confusão ateou fogo no carro vazio. Ela foi detida e levada para a 118ª Delegacia de Polícia.

 

||aspas||Um monte de homem me abordaram, eu pensei que fosse um assalto. Aí eu tentei justificar pra eles que eu estava vendendo iogurte, queijo e linguiça aqui em Araruama. Não me deram atenção [?] Me empurraram pra dentro do carro, eu não deixei eles dirigirem o carro, eles mandaram entrar pra uma rua e eu entrei. Falei ||aspas||vamo lá na padaria que vocês vão ver que eu tô trabalhando||aspas||. O pessoal da padaria me identificou e disse que trabalhava comigo||aspas||.

 

Luiz conta que ainda tentou defender a mulher que estava no carro, mas não conseguiu.

 

||aspas||Me empurraram pra fora da padaria me agredindo, pegaram a pessoa que tava dentro do carro e bateram nela. Eu tentei defender a pessoa, eles montaram em cima de mim, jogaram uma pedra em mim. Aí eu tentei me defender de todas as formas. Quando e vi que soltaram a pessoa que tava no carro eu corri pra dentro da padaria pedindo socorro. Aí o pessoal da padaria ligou pra polícia pedindo socorro||aspas||, disse.

 

A viatura da Guarda Municipal também teve o vidro quebrado e um policial ficou ferido. Um dos guardas contou como tudo aconteceu.

 

||aspas||A gente defendeu o senhor, até porque, era só suspeita, não tinha nenhuma acusação. O ânimo lá tava de ódio. Tavam querendo pegar o casal para fazer um linchamento. Provavelmente ia acontecer um homicídio lá, eles iam matar o casal. Era um clima muito de ódio||aspas||, explica Alex Silvestre, subcomandante da Guarda Municipal em Araruama.

 

||aspas||Tinha umas mil pessoas do lado de fora falando que iam me matar por causa desse WhatsApp, que tá incriminando as pessoas e matando as pessoas sem ter culpa. Eu tô morto de vergonha da minha esposa, da minha família, por estar passando uma situação dessa. Tentaram matar um homem trabalhador. O pessoal queria me linchar a troco de quê? Eu não fiz nada de errado. Eu simplesmente tô trabalhando? trabalhando honestamente e ser abordado por homens desconhecidos e ser detonado na sociedade, nas redes sociais a troco de quê? Eu pensei que ia morrer porque tinha muita gente invadindo, querendo invadir a padaria||aspas||, desabafou.

 

O caso foi registrado na 118ª Delegacia de Polícia e a Polícia Civil ainda não disse ao G1 quais serão as medidas tomadas quanto aos autores do boato - Revista Forum.

 

Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a ||aspas||Maria Suvacão||aspas||


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber ||aspas||quais pessoas se importariam com sua ausência||aspas|| e vem a público pedir desculpas







 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno