PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




11/04/2017

Jovem é preso por matar filha de 1 ano com um tiro na cabeça, após discutir com a esposa sobre festa de aniversário de 1 ano da menina


Um entregador foi preso pelo homicídio da própria filha, de 1 ano, em um canavial de Goianésia, região central de Goiás. Segundo a Polícia Civil, Marcelo Rodrigues Machado, de 26 anos, confessou ter baleado Emilly Beatriz Rodrigues de Jesus na cabeça, e disse que a ideia era cometer suicídio, mas acabou desistindo.

 

O homicídio foi praticado após uma discussão dele com a esposa sobre a organização da festa de aniversário da criança. O crime ocorreu na última sexta-feira (7).


Marcelo Rodrigues Machado, de 26 anos, confessou ter baleado Emilly Beatriz Rodrigues de Jesus na cabeça, após discutir com a esposa e disse que a ideia era cometer suicídio, mas acabou desistindo (Foto: reprodução/TV)

 

Segundo o delegado regional Marco Antônio Maia, responsável pelo caso, inicialmente, a polícia foi acionada com a informação de que pai e filha tinham sido sequestrados e deixados no canavial. Ao chegarem ao local, encontraram a criança no colo do pai. Ela chegou a ser socorrida e levada ao hospital com vida, mas não resistiu aos ferimentos.

 

||aspas||Desde então, trabalhávamos com a hipótese de sequestro. Chamamos o pai para nos dar informações e para, o mais rápido possível, identificar e prender essas pessoas. Mas durante o curso das investigações, as informações que o pai ia passando caíram por terra por questões de perícia. A dinâmica dos fatos que ele ia narrando não batia com a realidade||aspas||, disse Maia em entrevista coletiva.

 

Marcelo foi preso no sábado (8). Ao ser ouvido pelo delegado, ele começou a se contradizer e mudar suas versões. Em seguida, acabou confessando o crime. De acordo Maia, a discussão com a esposa desencadeou um ||aspas||surto psicótico||aspas|| no homem, que deu detalhes de como praticou o homicídio.

 

||aspas||Ele falou que foi ao canavial por conta de algumas vozes que estaria ouvindo. Pegou um revólver e foi ao local, deu um tiro na cabeça da Emilly e saiu. A ideia inicial era se matar, mas não teve coragem de fazer e voltou. Quando chegou, ela ainda estava se mexendo. Foi quando ele se arrependeu, tentou socorrer e pedir ajuda. Ele ligou para a mulher pedindo que acionasse a polícia e os bombeiros||aspas||, destaca.

 

Aniversário - Emilly completou 1 ano na última quarta-feira (5). Os pais estavam organizando a festa de aniversário para o sábado, um dia antes do crime. Porém, detalhes sobre a confraternização acabaram motivando uma discussão entre o casal.

 

||aspas||Uma discussão banal, de família, sobre a preparação para o aniversário da criança, que não seria o motivo de qualquer ser humano fazer uma barbaridade dessas. Mas, provavelmente, uma pessoa que já vinha sofrendo algum transtorno psicológico, isso seria um desencadeador||aspas||, afirma o delegado.

 

A arma usada no crime ainda não foi encontrada. A polícia informou que Marcelo será submetido a uma avaliação psicológica para saber se ele possuía algum tipo de distúrbio - G1.

 

Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a ||aspas||Maria Suvacão||aspas||


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber ||aspas||quais pessoas se importariam com sua ausência||aspas|| e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno