PÁGINA INICIAL | BIOGRAFIA | GERAL | POLÍTICA | RELIGIÃO | TURISMO | CARROS | CONTATO | NOTÍCIAS
 




23/10/2013

Novo Call Center da Orbitall em Campina Grande poderá gerar até 3,5 mil empregos em três anos


Inaugurada na manhã desta quarta-feira, 23, com a presença do prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues, a empresa de call center Orbitall, processadora de cartões pertencente ao grupo Stefanini, se instala no município com a perspectiva inicial de gerar 1,2 mil novos empregos, número que poderá aumentar para até 3,5 mil em três anos.

 

Também presentes à inauguração estiveram o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, o presidente do Grupo Stefanini, Marco Stefanini, secretários municipais e vereadores, além de diretores da empresa. Além do apoio logístico e investimentos na infraestrutura, a Prefeitura concedeu à Orbitall um regime especial de ISS – Imposto Sobre Serviços, para sua instalação na cidade.
 

 

Os serviços na Orbitall já foram iniciados, com uma primeira turma de 24 funcionários sendo que, até o final deste ano, deverão ser contratados até 800 empregados. Romero afirmou que esse é mais um momento festivo para o município, especialmente pela geração de novos empregos, injeção de mais renda e fortalecimento da economia local. Romero lembrou que a Orbitall se instala em um espaço geograficamente bem localizado, onde funcionava a antiga da Celb. “O espaço estava ocioso desde a transferência da Energisa para a Alça Sudoeste”, explicou.

 

Sobre a instalação da Orbitall, o prefeito destacou a iniciativa da atual administração em estabelecer um regime especial de ISS, conforme reivindicação da própria empresa, ampliando as negociações que culminaram na instalação da unidade. Outro ponto positivo foi a qualificação da mão de obra local e do município ser uma referência na educação, ciência e tecnologia.

 

“Graças a essas iniciativas, a Prefeitura celebra mais essa conquista para o Estado, especialmente para Campina Grande, com a geração de emprego e renda”, ressaltou. Romero destacou ainda o papel do secretário executivo de Indústria e Comércio do Estado, Marcos Procópio, considerado fundamental nas negociações para a atração da empresa.

 

Segundo o diretor do Grupo Stefanini, Marco Stefanini, fatores relevantes favoreceram a decisão da empresa por Campina Grande, a exemplo das dimensões da cidade, presença de universidades públicas e privadas, o espírito progressista e também a presença dos governos Municipal e do Estado nas negociações. “O apoio dos governos foi importante. Isso ajuda bastante e faz toda a diferença no momento de apostar na instalação de uma unidade”, afirmou.

 

“Esperamos crescer rápido e acreditamos que, em até seis meses, venha a Stefanini, que possui um nível mais alto de empregabilidade, com programadores e analistas de sistemas. Essa agora é a primeira etapa do projeto. Num segundo momento, em dois ou três anos, podemos falar em até 3,5 mil empregos na cidade”, revelou o diretor.

 

Do Blog Carlos Magno, com Codecom_PMCG




 


 


 
ESPETACULAR Avó e neto sobrevivem a atropelamento. Carro passou por cima da cabeça da criança
 

 
 Enquete

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Político
 Cel. (83) 9971-2331
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno