PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




13/05/2017

Impasse na negociação dos professores da rede privada de Campina Grande pode ser resolvido nesta segunda-feira


Reunidos em mesa redonda realizada na Delegacia Regional do Trabalho na última segunda-feira (08), os representantes dos professores (SINTENP) e das escolas particulares (SINEPEC) de Campina Grande ainda não chegaram a um acordo em relação a renovação da Convenção Coletiva de Trabalho.

 

Apesar da proposta patronal contemplar a manutenção de todas cláusulas sociais, a exemplo da gratuidade para filhos de professores e funcionários, e ainda um reajuste da ordem de 6%, os sindicalistas se mostram irredutíveis e reivindicam um aumento de 14%.


O Presidente do SINEPEC, que é a entidade que reúne as escolas privadas de Campina Grande, disse acreditar que na próxima rodada de negociações, prevista para esta segunda-feira (15) possa haver um consenso

 

||aspas||A proposta econômica contempla um ganho real de 2% acima da inflação, mantendo uma trajetória de valorização do professor, que acumula ganhos reais da ordem de 28% nos últimos 10 anos||aspas||, afirmou o professor Antônio Andrade, Presidente do SINEPEC.

 

||aspas||Em João Pessoa o acordo foi fechado na mesma base da nossa proposta, 6%, ressaltando-se que, na capital o professor não tem o direito à gratuidade. Acreditamos que o diálogo sempre é a melhor forma de resolver o impasse, contudo não podemos deixar considerar que o país passa por uma profunda recessão, complementou o professor.

 

Ainda segundo ele, dados da CONFENEN apontam que a rede básica perdeu cerca de 20% dos alunos nos últimos três anos. ||aspas||Em Campina Grande temos um percentual ainda maior. A crise acarretou perdas significativas nas receitas das escolas e provocou a extinção de centenas de postos de trabalho||aspas||.

 

O Presidente do SINEPEC disse acreditar que na próxima rodada de negociações, prevista para esta segunda-feira (15) possa haver um consenso. ||aspas||Esperamos que o impasse não termine nos Tribunais, fato que aconteceu pela última vez em 1995. Que ao final o bom senso prevaleça||aspas||, concluiu o professor Andrade.

 

Portal Carlos Magno



VEJA TAMBÉM:


Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido


- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a ||aspas||Maria Suvacão||aspas||


- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes


-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber ||aspas||quais pessoas se importariam com sua ausência||aspas|| e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno