....
....

19/05/2017

Dom Delson se despede dos fiéis de Campina Grande durante Missa na Catedral, pede perdão pelas faltas e fala da semente que fica


O Ex-Bispo de Campina Grande, Dom Manoel Delson Pedreira a Cruz, se despediu do povo católico da cidade durante celebração ocorrida na tarde e noite desta quinta-feira (19), na Catedral Diocesana de Nossa Senhora da Conceição. A igreja ficou lotada, com fiéis católicos e padres de várias paróquias da cidade e de outros municípios.

Durante a Missa, Dom Delson agradeceu a acolhida na Diocese, nos cerca de 4 anos e meio de pastoreio, e pediu desculpas pelas faltas. Ele aproveitou o Ato Penitencial para pedir a Deus perdão pelos seus pecados e pelas falhas que possam ter ocorrido no período. Mas ressaltou os momentos positivos de sua atuação.



'Foram quatro anos e meio de muita paz, tranquilize, de muito trabalho, mas também de muita satisfação, pelo acolhimento que eu tive aqui em Campina Grande, a receptividade muito grande da Diocese, das paróquias, das comunidades, das pessoas, dos movimentos, das pastorais, à minha pessoa, e isso facilitou muito o nosso trabalho. Vi um ambiente de confiança, de amizade, de respeito e isso me ajudou muito', disse Dom Delson.

Ele afirmou que segue para João Pessoa, onde assume a Arquidiocese da Paraíba, com 'a satisfação de ter cumprido essa minha missão na Diocese de Campina Grande'. Segundo ele, uma missão 'muito breve, mas muito produtiva'.

O Bispo foi homenageado por membros da comunidade católica, a exemplo do jornalista Anchieta Araújo, que falou em nome da Rádio Caturité, emissora pertencente à Diocese local. Também recebeu presentes das pastorais e movimentos da Catedral.

Dom Delson disse que, no período em que esteve à frente da Diocese de Campina Grande, tentou passar ao povo católico uma mensagem evangélica de simplicidade, de fraternidade, de respeito à pessoa, de amor à vida e de empenho para a defesa da vida humana, em todas as suas situações.

'Eu creio que isso marcou mais, para o pastoreio de um bispo que estava próximo do povo, vivendo no meio das comunidades. Fiz as visitas pastorais, tive muito contato com as diversas realidades da Diocese e essa proximidade, creio que marcou muito o meu relacionamento com as pessoas, principalmente de ir aos irmãos', destacou o Bispo.

Ele afirmou que, na sua missão em Campina Grande, plantou a semente do Evangelho, criando um ambiente de muita integração. 'Isso as pessoas demonstram a toda hora, o apreço à minha pessoa, o modo como transmiti a Palavra de Deus e isso eu agradeço muito a Deus'.

Para Dom Delson, esse ambiente criado na cidade ficará como uma semente, que deve brotar. 'Creio que, por essa minha condição de religioso, de franciscano, com esse meu jeito de ser, abrimos muitas portas e superamos muitas dificuldades aqui em nossa Diocese'.

Ao final da celebração, os fiéis cumprimentaram Dom Delson, desejando muitas felicidades e bênçãos, nesta nova missão de sua vida episcopal.

Portal Carlos Magno

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a 'Maria Suvacão'

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber 'quais pessoas se importariam com sua ausência' e vem a público pedir desculpas