PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




31/10/2013

Um artigo para refletir um pouco: Alguém citou que o Centro de Convenções é obra federal?


Ouvi entrevistas do governador Ricardo Coutinho (PSB) e de seus auxiliares à exaustão, esta semana, falando sobre a inauguração da segunda etapa das obras do Centro de Convenções de João Pessoa. Ouvi até um radialista ser traído pelo sentimento de ser parte integrante do governo e afirmar: “nós entregamos hoje o Centro de Convenções”...

 

Mas, confesso, não ouvi uma palavra sequer ao afirmar que a obra é uma iniciativa do Governo Federal, paga pelo Governo Federal, executada pelo Governo do Estado – que tem a sua contrapartida, claro. Seria porque, hoje, Ricardo Coutinho é oposição a Dilma na Paraíba, após mais de três anos de boa convivência? Ou seria para tentar mostrar operosidade, trabalho, dinamismo de um governo que muito deve à sociedade?
 
Centro de Convenções de João Pessoa, obra do Governo Federal em parceria com o Estado da Paraíba
 Centro de Convenções de João Pessoa, obra do Governo Federal em parceria com o Estado da Paraíba
 

Esta semana, o ex-governador José Maranhão (PMDB) disse que o governo Ricardo Coutinho vive de fazer mídia enganosa. Para ele, o governador se aproveita da verba de publicidade para gastar milhões com propaganda, mostrando uma Paraíba que não existe, de ficção.

 

Segundo Maranhão, “tirando a propaganda enganosa que é feita todos os dias, (o governo Ricardo Coutinho) é um governo fraco, é um governo que não tem um projeto, uma diretriz, que até agora não disse a que veio” e que isto é sentido por todos os paraibanos, em todas as cidades.

 

Ele disse que enquanto o governador se preocupa em fazer política e gastar milhões com propaganda enganosa, a população paraibana pena, com problemas em todas as áreas, com destaque para as áreas de saúde, educação e segurança. Ele destacou que os paraibanos estão perdendo a paciência com a falta de compromisso do governo.

 

Será por isso que Ricardo se mostrou contrário ao remanejamento da verba de mídia para a defensoria pública, ao ponto de ter dito na Rádio Tabajara esta semana que “a verba para publicidade já é tão pequena e eles ainda querem tirar mais”, mesmo tendo sido o governador que mais gastou com propaganda nos últimos anos na Paraíba – os gastos já ultrapassam R$ 60 milhões, ganhado de Maranhão, Roberto Paulino e Cássio?

 

Será que ele quer mais dinheiro para propaganda para tentar criar no imaginário coletivo a ideia de que as ações que existem hoje na Paraíba, por iniciativa do Governo Federal, são iniciativas de seu governo, como a obra do Centro de Convenções, as obras de esgotamento sanitário e saneamento básico (via Funasa), pavimentação de estreadas e construção de adutoras?

 

Aliás, se imaginarmos a Paraíba sem essas ações de responsabilidade do governo da Presidente Dilma, acabou-se o governo Ricardo Coutinho. Não tem mais nada para mostrar...

 

Seria mais interessante o governador começar a trabalhar. Mas acho que ele está mais preocupado, nos últimos dias, em se livrar de ameaças veladas que tem recebido em forma de recados políticos dos próprios aliados. O caso das contas da Casa Civil e da Granja Santana está aí para provar... teve que se render, né, amigo?

 

Do Blog Carlos Magno






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno