PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




06/06/2017

BOA NOTÍCIA: Municípios paraibanos vão ofertar vacina contra gripe à população em geral depois de atingir meta


A vacina contra a gripe será ofertada para a população em geral apenas nos municípios que atingiram a meta de cobertura vacinal de 90% dos grupos prioritários. Isso ficou acertado durante reunião entre a Secretaria de Estado da Saúde (SES) e o Conselho de Secretários Municipais de Saúde da Paraíba (Cosems), em Campina Grande, na tarde desta segunda-feira (5).

Na reunião, foi feita a ressalva de que a vacinação para as demais pessoas vai depender do estoque disponível na Secretaria Municipal de Saúde. Já para os municípios que ainda não atingiram a cobertura vacinal, o recomendado é continuar a vacinação contra influenza voltada para o público alvo já definido até 9 de junho.



De acordo com definição do Ministério da Saúde, o público alvo é formado por indivíduos com 60 anos ou mais de idade, crianças na faixa etária de 6 meses a menores de 5 anos de idade, gestantes, puérperas, trabalhadores da saúde, os povos indígenas, grupos portadores de doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, os adolescentes e jovens de 12 a 21 anos de idade sob medidas socioeducativas, a população privada de liberdade e os funcionários do sistema prisional e os professores das escolas públicas e privadas.

"Os municípios que ainda não atingiram a meta é importante que continuem realizando a busca ativa dos não vacinados incluídos nos grupos prioritários, a fim de que tenhamos uma cobertura adequada em todo estado", disse a chefe do Núcleo de Imunização da SES, Isiane Queiroga.

A vacinação contra influenza mostra-se como uma das medidas efetivas para a prevenção da influenza grave (Síndrome Respiratória Aguda Grave), cujo objetivo é reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação.

Na Paraíba, entre os públicos-alvo, até o momento, a população indígena registra a maior cobertura vacinal: (99,16%), seguido pelas puérperas (82,35%), idosos (82,02%), Trabalhador de saúde (79,48%) e gestantes (76,31%). Os grupos que apresentam menores coberturas são: professores (58,22%) e crianças (67,7%). Além desses grupos foram aplicadas 128.160 doses nos grupos de pessoas com comorbidade, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Na Paraíba, a população a ser vacinada é de aproximadamente 1.070.000 pessoas, de acordo com o informe técnico do Ministério da Saúde. O estado recebeu 1.177.000 doses da vacina e foi encaminhado aos municípios o quantitativo de doses estimado por grupo prioritário - Secom-PB.

Portal Carlos Magno

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno