PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




23/06/2017

Já estão no presídio os três acusados da morte do jovem Davson no Parque do Povo, no São João de Campina Grande


A Justiça decretou, na tarde desta quinta-feira (22), as prisões preventivas de Marcos Simplício, 19 anos, Jonathas Lourenço, 21 anos, e Alan Fernandes da Silva, 27 anos. Eles são investigados pela Delegacia de Roubos e Furtos (DRF) de Campina Grande por envolvimento no latrocínio do vendedor Davson Oliveira Barbosa, 30 anos, morto na noite do domingo (18) durante um show no Parque do Povo, local onde acontecem os festejos do Maior São João do Mundo.

O vendedor estava com um amigo e ambos foram abordados por quatro homens que pediram os celulares; e como ele disse que não tinha, foi atingido com um golpe de faca no pescoço, morrendo no local.



O primeiro suspeito, Alan Fernandes, foi preso na terça feira (20) por policiais do Núcleo de Homicídios da cidade de Bayeux, na Grande João Pessoa. Ele já foi alvo de uma operação policial e foi reconhecido pelos agentes de investigação nas imagens do circuito de segurança do Parque do Povo que foram divulgadas pela imprensa.

Na delegacia, Alan confirmou que estava em Campina Grande na noite do crime. Ele foi encaminhado para Campina Grande e na Delegacia foi reconhecido pelo amigo do vendedor que sobreviveu à abordagem dos quatro envolvidos no crime.

Já nessa quarta-feira (21), os policiais prenderam mais dois suspeitos: Marcos Simplício, 19 anos, e Jonathas Lourenço, 21 anos. Eles foram presos no bairro Vila Cabral, em Santa Teresinha, região metropolitana de Campina Grande. Os dois também aparecem nas imagens do circuito de câmeras de segurança do Parque do Povo que estão sendo analisadas pela polícia.

Durante os depoimentos, o delegado Cristiano Santana mostrou para eles o vídeo do circuito de segurança. Os dois confirmaram que eram eles e que as imagens foram gravadas antes do registro do crime, quando estavam conversando no banheiro masculino.

"Marcos e Jonathas foram reconhecidos pelo amigo de Davson, que estava com ele na hora do crime. O depoimento formal dele e os reconhecimentos dos suspeitos dão fundamento às três prisões que já foram realizadas. Continuamos as investigações porque precisamos reunir mais elementos de provas para reforçar o reconhecimento da vítima que sobreviveu e dessa forma concluir o inquérito policial", falou o delegado Cristiano Santana, responsável pelas investigações.

Depois da audiência de custódia, realizada na tarde desta quinta-feira, os três suspeitos Marcos Simplício, Jonathas Lourenço e Alan Fernandes foram levados para o Presídio Padrão de Campina Grande para esperar pela decisão da Justiça - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno