PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




16/08/2017

Padre Fábio de Melo surpreende, diz que tem Síndrome do Pânico, está com acompanhamento médico e pensa em encerrar carreira


O Padre Fábio de Melo surpreendeu, na noite desta quarta-feira (16), durante seu programa semanal na TV Canção Nova, o Direção Espiritual, ao abrir o coração e falar cosias de sua vida religiosa, profissional e pessoal que, até então, não tinha contado publicamente. Dentre as revelações, ele disse que tem Síndrome do Pânico.

Pe Fábio afirmou que foi diagnosticado com a Síndrome do Pânico recentemente, após uma viagem ao Ceará, onde fez shows em Fortaleza e Iguatu. Ele contou que, num período de aproximadamente dez dias, sentiu coisas que não tinha sentido ainda e que pensou que iria morrer. Neste período, ele disse que procurou o Bispo de sua Diocese, Dom Wilson, para desabafar.



"Ele, com muito carinho, me acolheu. Desabafei, contei para ele todas as minhas angústias, todas as minhas dores, ele concordou comigo, que eu precisava de um auxílio médico e, também, de procurar criar na agenda da minha vida um espaço para eu ter condições de viver o que não é obrigação. Eu me realizo naquilo que é obrigação, sim, mas a gente também precisa ter o espaço do não compromisso", disse o religioso.

Fim da Carreira

Padre Fábio chegou a dizer que pensa em finalizar a sua carreira artística, mas que fica impossibilitado pelos contratos que assinou. "Eu tenho pedido a Deus força e coragem, com esse auxílio médico, para eu ir cumprindo, aos poucos, essa minha agenda. E hoje eu quis estar aqui, justamente pra dividir isso com vocês. Esse momento difícil que eu vivo está sendo para mim de aprendizado também".

Ele afirmou que, após superar essa fase de sua vida, tem a certeza de que surgirá uma nova pessoa. "Eu tenho certeza de que tudo isso que está sendo penoso pra mim hoje será de profunda eficácia na elaboração e um novo Fábio. Eu nem me refiro ao padre, eu me refiro ao ser humano que eu sou. Eu me refiro ao Fábio que precisa reencontrar muitos significados que foram ficando pelo caminho, que precisa ter coragem de dizer não a muitas situações que podem esperar, que não são justas, que não são necessárias".



"Síndrome do Pânico é uma coisa muito ruim"

Fábio de Melo afirmou que não sabe, exatamente, o que significa a Síndrome do Pânico. "Eu sós eu que é uma coisa muito ruim de sentir e quem já sentiu isso sabe", destacou. "Nós não sabemos quais são as origens disso, o que a gente sabe é que, fisicamente, e eu vivi isso gente, não tenho vergonha de contar pra vocês, eu vivi um processo tão danoso, tão destrutivo naqueles dez dias que, ao mesmo tempo em que eu tinha medo de morrer, o meu medo de morrer era tão grande que eu sentia vontade de morrer, para cessar tudo aquilo, sabe? Uma angústia, uma tristeza, um sentimento tão sombrio, e eu lutando, lutando, continuando com o meu bom humor, continuando com a minha tentativa de superação, te juro. Não entreguei os pontos não. Claro, uns dois ou três dias eu entreguei os pontos mesmo, de não querer sair do quarto, mas nos outros, não, era conciliando essa dor, essa angústia com uma tentativa de sobreviver".

Mais adiante, Padre Fábio disse que sentiu vontade de compartilhar, no programa da noite desta quinta, o que estava sentindo, porque se sentiria bem em falar. "As nossas dores tem que ser compartilhadas, as nossas angústias, as nossas ansiedades (...) falar faz bem. Contar às pessoas que mais amamos nos faz bem".

E finalizou declarando os eu desejo de reconstruir a sua vida. "Eu quero reconstruir, minha gente. Eu quero reconstruir melhor. Eu quero que tudo isso o que está acontecendo se torne um ponto de partida para que a minha vida continue sendo agradável aos olhos de Deus e ela continue também sendo uma oportunidade de motivar tantas pessoas que passam pelo meu ministério, que passam pela minha história" - Carlos Magno.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno