PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 


30/08/2017

Paraibano Fred Ozanan é premiado em Salão Internacional de Humor, dentre quase 3 mil trabalhos de 560 artistas de 57 países


Em evento internacional que marcou o seu retorno a exposições de humor gráfico, após dois anos de inatividade em decorrência da destruição do seu acervo pessoal, o cartunista Fred Ozanan foi o vencedor na categoria ?Saúde? no 44º Salão Internacional de Humor de Piracicaba, hoje considerando o mais importante evento do mundo, na categoria.

Em 2017 o Salão Internacional de Humor de Piracicaba recebeu a inscrição de 2.985 trabalhos de 560 artistas, originários de 57 países. Destes, 410, de 34 países, foram selecionados para a Mostra principal, que foi aberta também no sábado, 26 de Agosto, no Armazém 14 do Engenho Central.



Os 410 trabalhos foram julgados por um júri composto pelo caricaturista francês Jean Mulatier, os cartunistas Arturo Kemchs (México), Raul Fernando Zuleta (Colômbia) e Fernando Gonsales (Brasil), a pesquisadora em História em Quadrinhos e doutora em Ciências da Comunicação Sônia Luyten, o ex-diretor geral da Pinacoteca de São Paulo e professor da ECA/USP (Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo), Tadeu Chiarelli, e pela publicitária e comediante do Festival Risadaria, Arianna Nutt.

Fred conseguiu classificar 3 trabalhos dos 4 enviados e conquistou a categoria temática SAÚDE, com um trabalho que satiriza a automedicação, ato comumente visto como uma solução para o alívio imediato de alguns sintomas que podem trazer consequências muito mais graves do que se imagina e o uso indevido de remédios pode levar ao óbito.