PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




12/09/2017

Estudante de Psicologia é preso por extorquir mulheres, ameaçando divulgar fotos delas sem roupa na internet


Um estudante de psicologia de 23 anos foi preso pela Polícia Civil do Distrito Federal na Grande Natal, no Rio Grande do Norte, suspeito de extorquir dinheiro de cerca de mil mulheres em todo o país. No computador da casa dele, policiais encontraram quase 10 mil arquivos entre fotos e vídeos de mulheres e adolescentes. Só na capital federal, ele fez cinco vítimas, entre elas, duas adolescentes de 16 e 17 anos.

A operação de captura do suspeito batizada de ?Apate?, que significa ?o deus do engano?, ocorreu na última quarta-feira (6) e foi realizada pela Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (Deam) do DF após dois meses e meio de investigação. O nome dele não foi divulgado pela polícia porque o caso está em segredo de Justiça.



O jovem já está na carceragem da sede da polícia do DF e também é suspeito de cometer estupro virtual. Esta é a segunda prisão por este tipo de crime no país. A primeira foi no mês passado, no Piauí. A prisão temporária tem validade de 30 dias e até lá, a polícia espera que mais vítimas o denunciem para que ele fique preso preventivamente.

'Modus Operandi'

Segundo as investigações, ele atraía as vítimas por meio de sites de relacionamento, se passando por amiga e por alguém de idade próxima. Após conseguir a confiança dela, pedia para que ela enviasse fotos íntimas sob a justificativa de acabar com o ?tédio?.

De posse do material, ele então passava a extorqui-la e pedia de R$ 300 a R$ 1,5 mil para que as imagens não fossem divulgadas nas redes sociais e chegassem até parentes e amigos das vítimas.

O jovem é considerado um hacker pela polícia. Para não deixar vestígios, ele também lavava o dinheiro por meio de moedas virtuais. A polícia ainda investiga se há participação de terceiros no lucro com esse tipo de crime.

A fim de evitar ser localizado, o suspeito direcionou os domínios do computador para o exterior. Graças a um aplicativo, ele comprou um número de celular e fazia contato com as vítimas por meio desse número.

Com a apuração dos policiais da seção de crimes virtuais da Deam e até com ajuda de investigadores internacionais, foi possível descobrir que o hacker estava utilizando um computador do Brasil para mandar as mensagens com ameaças para as vítimas.

Os policiais também analisam o computador do suspeito. Por enquanto, já foi possível encontrar ameaças.

?Quanto mais cedo você pagar, mais cedo você se livra de mim?, disse ele a uma das vítimas. ?Eu estou sendo uma pessoa compreensiva e paciente. Se você não valer a pena, eu irei te perseguir por algum tempo, em contrapartida.?

Para outra vítima, o mesmo tom de intimidação: ?Eu tenho salvo seus amigos do face, suas fotos do insta, suas fotos do face... inclusive com seus avós. Eu quero que você seja minha P(...) particular ou eu vou vazar suas fotos na net. Eu salvei tudo que você mandou? ? G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno