PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




25/09/2017

Pastor e esposa são suspeitos de estuprar adolescente desde os 13 anos, dizendo que era para tirar uma maldição do sexo


Um pastor foi preso na última sexta-feira (22) suspeito de abusar de uma menina da igreja em que ele pregava em Edeia, no sul de Goiás. A mulher dele também foi presa porque era convivente com o marido, que alegava combater a 'maldição do sexo'. A própria vítima foi quem denunciou o casal. Hoje, a adolescente tem 16 anos, mas os abusos começaram quando ele tinha 13 e duraram dois anos. O casal nega as acusações, conforme reportagem do G1.

O delegado responsável pelo caso, Quéops Barreto, diz que as tratativas eram feitas com a esposa. Ela dizia que a vítima precisava passar por aquela situação e "ensinava a fazer o ritual". O pastor abusou da menina em quase 20 ocasiões, segundo o delegado, quando a adolescente ia para a igreja e era levada para a casa do líder religioso, que fica nas proximidades.



"Primeiro, ele disse que era preciso de três relações, depois mais sete e depois mais sete. Ele disse que mesmo se ela fizesse, ia permanecer virgem", contou Quéops. A mãe da vítima não tinha conhecimento dos abusos. Ela só descobriu tudo porque estranhou o comportamento da jovem relacionado à questão de virgindade no namoro. Ao questioná-la, a adolescente revelou o que aconteceu, informou o G1.

Segundo a polícia, o pastor já havia feito a mesma proposta para a mãe, mas sem sucesso. A mulher deixou a igreja. Quéops acredita que o casal tenha feito outras vítimas e, inclusive, espera denúncias após a divulgação do caso. Se as relações com os fiéis forem comprovadas, o casal pode ser indiciado por violação sexual mediante fraude. Pastor e mulher permanecem detidos na unidade prisional de Edeia - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno