PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




26/09/2017

Sem Crise: a Paraíba foi o quinto Estado no Brasil a gerar mais empregos com carteira assinada em agosto


Com 3.511 postos de trabalho com carteira assinada, a Paraíba gerou o 5º maior saldo de empregos do país e o terceiro do Nordeste em agosto, segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados pelo Ministério do Trabalho.

O número de empregos abertos é o saldo, ou seja, o total de contratações menos o de demissões no período. Em agosto, foram 13.361 novos trabalhadores, contra 9.850 desligamentos nas atividades econômicas do Estado. Apesar de a forte crise econômica persistir, é o terceiro mês seguido de saldo positivo de empregos formais na Paraíba este ano e o melhor em termos de criação de vagas.



Os cinco estados que mais geraram empregos em agosto foram São Paulo (17.320), Santa Catarina (6.130), Ceará (4.975), Pernambuco (4.206) e a Paraíba (3.511). Contudo, quando considerado a variação de postos no mês de agosto, a Paraíba salta para a primeira colocação do país com alta de 0,90% no estoque de empregos acumulados, enquanto os demais estados como Ceará (0,43%), Pernambuco (0,34%), Santa Catarina (0,31%) e São Paulo (0,14%) tiveram variações bem abaixo no estoque quando comparado à Paraíba. A média do país foi de apenas 0,09%, enquanto no Nordeste a taxa do estoque de empregos acumulados subiu 0,32%.

Cenário Regional

O Nordeste liderou a criação de vagas no mês de agosto. Quase 60% do saldo de emprego do país (19.964 vagas) vieram de oito dos nove Estados da Região. Apenas Alagoas teve registro negativo, enquanto a Paraíba foi o terceiro mais expressivo, atrás apenas do Ceará e Pernambuco.

Bem mais modesta, a segunda região com saldo mais positivo foi a Região Sul com 5.935 vagas, seguida das regiões Centro-Oeste (4.655) e Norte (3.265). O Sudeste, mesmo São Paulo gerando o maior volume de empregos, ficou com saldo de apenas 1.628 postos, pois os outros estados que formam a Região (MG, RJ e ES) tiveram quedas expressivas no saldo de emprego em agosto.

Já em todo o país, foram gerados 35.547 postos em agosto, o que leva a contabilizar que somente a Paraíba gerou 10% do saldo de vagas do país no último mês - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno