PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




10/10/2017

Polícia Federal põe 450 homens para prender 60 por exportação de cocaína em seis estados, inclusive na Paraíba


A Polícia Federal, em conjunto com a Receita Federal, deflagrou nesta terça-feira, 10, as Operações Oceano Branco e Contentor. As ações miram o tráfico internacional de cocaína por portos marítimos catarinenses.

Em nota, a PF informou que cerca de 450 policiais federais e 25 servidores da Receita cumprem simultaneamente 104 mandados de busca e apreensão, 45 mandados de prisão preventiva, 15 de prisão temporária, 12 conduções coercitivas e diversos sequestros de bens móveis e imóveis, além do bloqueio de contas bancárias, nos estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Pernambuco, Paraíba e Rio de Janeiro.



Os investigadores apontam que as quadrilhas atuavam de forma similar, inserindo clandestinamente cargas de entorpecente em contêineres com mercadorias lícitas a serem exportadas, via de regra, para países europeus. Nas duas operações houve apreensões de droga no país e no exterior, em procedimentos de cooperação policial internacional.

A Operação Contentor, iniciada no final de 2016 na Delegacia de Polícia Federal em Joinville/SC, levou a cinco grandes apreensões de drogas, inclusive no exterior (Bélgica), totalizando cerca de 2 toneladas de cocaína.

Durante a investigação, a PF verificou que o entorpecente era adquirido em região de fronteira, notadamente com a Bolívia, e entrava no Brasil em pequenos aviões que pousavam no aeroclube de São Francisco do Sul/SC. De lá, era levado para chácaras onde era acondicionado em grandes bolsas para posterior inserção em contêineres que sairiam pelo Porto de Itapoá.

As ordens judiciais da Contentor são cumpridas nos municípios de Joinville/SC, São Francisco do Sul/SC, Itapoá/SC, Garuva/SC, Santos/SP, São Paulo/SP, Recife/PE, João Pessoa/PB e Rio de Janeiro/RJ.

Já a Operação Oceano Branco, iniciada em março de 2016 na Delegacia de Polícia Federal em Itajaí/SC, apreendeu 6 toneladas de cocaína em 12 diferentes ações, 6 no Brasil e 6 no exterior (Bélgica, França e Espanha). A investigação apurou que três esquemas vinham embarcando 'volumosa quantidade' da droga por meio de contêineres que partiam do Complexo Portuário Itajaí-Navegantes, escondida em cargas de mercadorias como bobinas de aço, abacaxi em latas e blocos de granito.

Além das apreensões, a PF vinculou a atuação dos investigados a outros carregamentos interceptados por autoridades policiais na Itália, Dinamarca, Espanha, Arábia Saudita e Turquia, totalizando outras 2,5 toneladas da droga. As ordens judiciais da Op. Oceano Branco estão sendo cumpridas nos municípios de Itajaí/SC, Balneário Camboriú/SC, Navegantes/SC, Itapema/SC, Penha/SC, Tijucas/SC, Florianopolis/SC, São Francisco do Sul/SC, Joinville/SC e Imbé/RS.

Nos inquéritos policiais instaurados, os investigados poderão ser indiciados pelos crimes de tráfico e associação ao tráfico internacional de entorpecentes, bem como falsificação de documentos e uso de documentos falsos. As penas para cada evento de tráfico internacional podem chegar a 25 anos de prisão, além de 10 anos de reclusão por associação ? Estadão.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno