....
....

29/10/2017

Modelo de 14 anos entra em coma e morre após 13 horas seguidas de trabalho. Agência que a contratou é acusada de trabalho escravo


Uma modelo russa de 14 anos de idade entrou em coma e morreu dois dias depois após trabalhar por 13 horas seguidas em Xangai, na China.

De acordo com as informações do jornal inglês Daily Mail, Vlada Dzuyba teve exaustão total e estava sofrendo de meningite crônica. A modelo estava cumprindo um contrato de trabalho de três meses na China quando sofreu o colapso e, depois de três dias de inconsciência, faleceu.



A agência que contratou Vlada está sendo acusada de "trabalho escravo". Pessoas próximas a modelo disseram que ela não tinha direito a seguro saúde e era pressionada a não procurar ajuda médica. Oficialmente, ela tinha de cumprir 3 horas por dia e tinha seguro médico obrigatório.

O governo russo deve exigir explicações sobre o contrato de trabalho de Vlada, que envolve uma escola em que a menina estudava em sua cidade natal, Perm nos Urais da Rússia. Oksana, a mãe da adolescente, disse ter recebido ligações da filha dizendo que estava muito cansada e precisava dormir - Portal Paraíba.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas