PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




30/10/2017

Paraíba tem a 2ª menor taxa de mortes violentas do Nordeste, atesta Anuário Brasileiro de Segurança Pública


O governador Ricardo Coutinho destacou, em seu programa semanal Fala Governador, o resultado que a Paraíba apresentou no 11° Anuário Brasileiro de Segurança Pública - Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O estudo, repercutido pelo jornal Folha de São Paulo, foi divulgado nesta segunda-feira (30) e traz informações sobre a violência no país. A Paraíba desponta com o segundo menor índice de mortes violentas intencionais no Nordeste em 2016, de 33,10 por 100 mil habitantes, perdendo apenas para o Piauí, com 21,90.

Durante o programa Fala Governador, transmitindo pela Rádio Tabajara, Ricardo afirmou que os resultados são ainda mais positivos se analisados diante do contexto nacional. "Eu venho dizendo há muito tempo, falando sobre os resultados. O saldo da Paraíba é extremamente positivo, em meio à situação em que o Brasil extrapolou a marca de 61 mil homicídios", explica o gestor.



Classificando essa estatística nacional como 'apavorante' e 'estarrecedora', o governador da Paraíba lembrou que ela é motivo de preocupação de todos os brasileiros e cobra uma solução para o problema da violência às instâncias federais. "Não é possível que haja um extermínio de jovens, pobres e majoritariamente negros nesse país. Isso não pode ser meramente estatístico, é preciso de uma política pública em nível nacional que solucione o problema", argumenta.

A pesquisa mostra ainda que a Paraíba saiu de 37,80 mortes por grupo de 100 mil, em 2015, para 33,10, em 2016. Em dados absolutos, o número de homicídios caiu de 1.502 para 1.322, uma redução de 12,58% em relação ao ano anterior. Somente na classificação de homicídio doloso, quando há intenção de matar, a redução em números absolutos foi de 1.446 para 1.278.

De acordo com o estudo, o número de latrocínio também caiu. Em 2015, foram registrados 48 roubos seguidos de morte, enquanto em 2016 foram 33, o que equivale a uma redução de 31,25%.



O governador também destacou outras informações positivas que o anuário revela sobre a Paraíba, como a maior redução do assassinato de mulheres (feminicídio) do Nordeste, além de ser o único estado do país desde 2012 a reduzir anualmente o número de homicídios. "Isso é resultado do trabalho das forças de segurança. Das polícias que, independente de qualquer coisa, vem cumprindo com seu papel e dando respostas qualificadas", observou.

A respeito da veracidade dos dados, Ricardo Coutinho é enfático: "são absolutamente fidedignos", revelando ainda acompanhar de perto as estatísticas. "Eu recebo todos os dias por e-mail, de meia-noite e meia, os dados de homicídios de Campina Grande e João Pessoa. Acompanho diariamente. Mensalmente também acompanho uma reunião com todos os comandantes de área com as polícias Civil e Militar", ressaltou - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno