PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




20/11/2017

PIB da Paraíba registra o terceiro maior crescimento do Nordeste e sétimo do Brasil


O Produto Interno Bruto (PIB) da Paraíba ficou na terceira posição no ranking do Nordeste e sétima posição no Brasil, quando observado o crescimento acumulado entre 2010 e 2015. Os dados foram divulgados pela Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional, da Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag).

"Esses resultados demonstram o equilíbrio da política fiscal e econômica do governo Ricardo Coutinho nesse período. E a gente tem exatamente a consolidação disso por uma diferenciação que poucos estados têm que é a prioridade em investimentos em infraestrutura hídrica, rodoviária, saúde, educação. Isso é o que alavanca a economia do estado, gerando emprego, renda e contratação de serviços", avalia o secretário Waldson Souza.



Em 2015, a economia brasileira sofreu uma retração de 3,5% e a do Nordeste de 3,4%. Apesar da crise que se iniciou naquele ano, o PIB paraibano registrou um comportamento menos desfavorável, apresentando uma redução de 2,7% e acumulando nos últimos cinco anos (2010-2015) uma taxa de crescimento nominal da ordem de 16,5%, superior a do Brasil e do Nordeste que foram, respectivamente, de 5,8% e 9,8%.

O PIB da Paraíba, em valores correntes, totalizou, em 2015, R$ 56,140 bilhões, dos quais R$ 50,104 bilhões se referem ao Valor Adicionado Bruto e R$ 6,04 bilhões aos Impostos sobre produtos, líquidos de subsídios. Com relação às participações desses componentes na formação do valor do PIB estadual, o VAB aumentou de 88,8% para 89,2%, no período 2014-2015, enquanto os impostos recuaram a participação de 11,2% em 2014, para 10,8% em 2015.

A variação negativa do crescimento real da economia estadual refletiu o desempenho desfavorável dos três grandes grupos de atividades econômicas que registraram recuos: Agropecuária (-2,6%), Indústria (-4,5%) e Serviços (-1,9%). Em 2015, esses setores participaram na formação do Valor Adicionado Bruto da seguinte forma: Agropecuária (3,8%), Indústria (17,2%) e Serviços (79,0%).

O PIB

O PIB das Unidades da Federação é realizado e publicado, conjuntamente, pelo IBGE, em parceria com os órgãos estaduais conveniados, para esse fim. Na Paraíba, atualmente a Secretaria de Estado do Planejamento, Orçamento e Gestão (Seplag), por meio da Gerência Executiva de Desenvolvimento Municipal e Regional (GEDRM), é o órgão responsável por esse convênio - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno