PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




20/11/2017

Paraíba eleva emprego e permanece com a menor taxa de desempregados do Nordeste, revela IBGE


O Estado da Paraíba elevou a taxa de ocupação de trabalhadores e manteve a menor taxa de desemprego entre os nove estados do Nordeste, no trimestre encerrado em setembro.

A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad), divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra que a taxa de desocupados era de 10,8% da população de 14 anos ou mais de idade, apresentando uma queda de 0,6 ponto percentual do trimestre encerrado em junho deste ano (11,4%) e uma queda mais de 2,2 pontos percentuais, quando comparado com a taxa de um ano atrás (12,8%). É o menor índice dos estados do Nordeste e a 6ª menor entre as 27 unidades da federação.



Em números absolutos, a desocupação caiu de 194 mil para 186 mil trabalhadores, o que representou uma queda de 4,3% no número de trabalhadores desocupados no trimestre em julho/agosto/setembro sobre o anterior. De acordo com a Pnad Contínua, o nível de ocupação de trabalhadores paraibanos subiu 2,2%%, passando de 1,505 milhão para 1,539 milhão de pessoas acima de 14 anos no Estado. Já a força de trabalho da Paraíba é de 1,724 milhão de pessoas.

Os setores que mais cresceram na Paraíba em ocupações no trimestre encerrado em setembro foram comércio, reparação e veículos (5,1%), com o maior volume privado de pessoas ocupadas no Estado (314 mil pessoas); indústria geral (4,8%); informação, comunicação, atividades financeiras e imobiliárias (4,4%) e o de transporte armazenagem e correio (3,4%), além de outros serviços que elevaram em 9,9% a taxa de ocupados.

Ranking do Nordeste

No ranking do Nordeste, além da Paraíba (10,8%), as menores taxas são do Ceará (11,8%) e Piauí (11,8%), enquanto os estados da Bahia (16,7%) e Pernambuco (17,9%) registram as maiores taxas de pessoas desocupadas. A Paraíba manteve também desempenho m mais uma vez melhor que os índices de desempregos da média do país (12,4%) e do Nordeste (14,8%). A região Nordeste permaneceu apresentando as maiores taxas de desocupação ao longo de toda série do IBGE, tendo registrado, no terceiro trimestre de 2017, uma taxa de 14,8% de desocupação, bem acima da Paraíba e de outras regiões como Sudeste, Norte, Centro-Oeste. Já a região Sul manteve a menor taxa de desocupados (9,7%) - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno