....
....

18/12/2017

Mulher é presa suspeita de atear fogo no próprio pai, que não aceitava sua gravidez. O homem não resistiu e morreu


Uma mulher foi presa nesta segunda-feira (18) suspeita de atear fogo ao corpo do próprio pai no município de Pilar, região Metropolitana de Maceió.

A vítima, Arnaldo de Assis, 45, conhecido como "Aninho", não resistiu aos ferimentos e morreu pouco depois de dar entrada no Hospital Geral do Estado (HGE), em Maceió.

O crime foi registrado na tarde de domingo, na casa da família no centro da cidade. De acordo com o delegado José Carlos André dos Santos, do 23º Distrito Policial Metropolitano (DP), o crime foi cometido por Aline dos Santos Assis, 21. Ela e o pai tinham uma relação conturbada.



"Aline está grávida há seis meses e, segundo ela, a gravidez só piorou a relação dos dois. No sábado, eles tiveram uma briga feia, com direito a xingamentos", conta o delegado.

Ainda de acordo com o delegado, Aline descreveu como cometeu o crime.

"No domingo, ela havia bebido, e quando voltou para casa, pegou álcool, utilizado para fins domésticos, jogou sobre o pai, que dormia em uma cadeira, e ateou fogo. A Aline me disse que estava bêbada, que se arrependeu imediatamente e chamou a mãe para ajudar a apagar as chamas, e que chegou a pedir perdão ao pai, que disse não".

Assis foi socorrido por vizinhos, e morreu ainda na área Vermelha do HGE. A assessoria de unidade de saúde informou que a vítima sofreu ferimentos de 1º, 2º e 3º graus por todo o corpo.

Aline foi presa na manhã desta segunda, na casa de parentes, no Loteamento Mangabeiras. Ela foi levada para a delegacia, onde foi autuada em flagrante por homicídio qualificado com uso de fogo.

Após prestar depoimento ao delegado, a suspeita será levada para o Presídio Feminino de Santa Luzia, no Sistema Prisional de Maceió - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas