....
....

26/12/2017

No Dia de Natal, mulher invade presépio no Vaticano, pega estátua do Menino Jesus e tira a roupa para protestar


Uma ativista ucraniana do grupo "femen" invadiu nesta segunda-feira (25) o presépio gigante do Vaticano, montado na Praça de São Pedro, e pegou uma estátua do menino Jesus aos gritos de "Deus é mulher!" - informou a polícia.

A mulher, de 25 anos, invadiu o presépio às 10H00 local, duas horas antes da benção "Urbi et orbi" do Papa Francisco, pronunciada do balcão da Basílica de São Pedro para cerca de 50 mil pessoas, segundo a polícia italiana.



A ativista foi detida por "resistência e por ferir um representante da ordem pública, ofender confissão religiosa, tentativa de roubo e atos obscenos em local público".

Diante do presépio, a jovem jogou sua bolsa no chão e levantou o casaco, mostrando os seios, antes de pular a barreira que protegia o presépio e chegar à estátua de Jesus, informou a polícia.

No tronco da jovem estava escrito #METOO, seguido de "Assaulted Church" (agredida pela Igreja).

Uma outra jovem ucraniana, de 22 anos, que não resistiu, foi autuada por cumplicidade em ato contra confissão religiosa e tentativa de roubo.

O movimento feminino "femen", surgido na Ucrânia e marcado por protestos de jovens com os seios nus contra o então regime pró-Kremlin, o presidente russo, Vladimir Putin, e a Igreja Ortodoxa, se alastrou pela Europa, onde tem entre seus alvos a Igreja Católica, acusada de retrógrada em relação aos direitos da mulher - O Povo.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas