....
....

29/12/2017

Senador Raimundo Lira libera R$ 148,7 milhões para investimento em obras do Governo da Paraíba


O Senador Raimundo Lira (PMDB-PB) conseguiu a liberação de R$ 148,7 milhões para o Governo do Estado da Paraíba. O dinheiro é referente a empréstimos junto ao Banco do Brasil e será destinado à execução de obras de segurança, saúde, saneamento, mobilidade e habitação.

O Senador disse que há mais de um ano vinha trabalhando para vencer as dificuldades burocráticas e políticas inerentes a esse tipo de financiamento, mas que, com muito esforço, conseguiu superá-las. "O prazo final para a realização destas operações seria nesta quinta-feira, mas na quarta consegui as assinaturas do Ministro Interino do Ministério da Fazenda, Eduardo Guardia, considerando que estes empréstimos receberam o aval da União Federal".



Do valor de R$ 148,7 milhões que o Banco do Brasil disponibilizará para o Governo do Estado da Paraíba, R$ 112 milhões deverão ser investidos em ações de melhoria de segurança, saúde, saneamento e mobilidade; e R$ 36,7 milhões como contrapartida do programa Minha Casa, Minha Vida.

Assim que obteve a confirmação da liberação dos recursos, ainda nesta quarta-feira, o Senador Raimundo Lira telefonou para o Governador Ricardo Coutinho, que manifestou satisfação e agradeceu o trabalho de Lira em benefício da Paraíba e do seu governo. Lira confirmou também que o dinheiro será transferido para a conta do Governo do Estado da Paraíba já nesta quinta-feira (28) - Assessoria.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas