....
....

25/01/2018

Ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol, Rosilene Gomes é condenada a mais de 5 anos de prisão por furto duplamente qualificado


A ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol (FPF), Rosilene Gomes, foi condenada a cinco anos e 50 dias de reclusão pelo juiz da 7ª Vara Criminal de João Pessoa, Geraldo Porto. A decisão foi proferida no último dia 11.

A informação foi divulgada em primeira mão pelo comunicador Fabiano Gomes, na Rádio Arapuan FM, e confirmada pelo advogado Gilvan Freire, que atua na defesa de Rosilene e apostou que a decisão será anulada em recurso que será apresentado.


Rosilene Gomes, ex-presidente da Federação Paraibana de Futebol ? Foto: Arquivo do Jornal Correio da Paraíba

De acordo com Gilvan Freire, um funcionário da FPF teria desviado materiais esportivos que seriam destinados para clubes amadores no período que a instituição passou por uma intervenção e responsabilizou Rosilene pelo furto.

O advogado afirmou que não existe nenhuma prova que incrimine sua cliente, apenas a declaração do funcionário, que também foi condenado à prisão - Portal Paraíba.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas