....
....

16/02/2018

Em São Paulo: Geraldo Alckmin embute na mensalidade obrigações com alunos autistas e decisão deixa crianças fora das salas de aula


O governador Geraldo Alckmin (PSDB) repassou a instituições de ensino os custos da educação de alunos autistas. O edital nº 1/2018 estabelece que a escola privada que firmar compromisso com o estado em atender esses alunos especiais deverá arcar com o material, uniforme, alimentação, higiene e profissionais especializados na área de educação especial. Apenas o custo de transportes será repassado pelo estado, fora a mensalidade de 1 776,10 para alunos em período integral e 1 289,10 aos de meio-período.

O problema é que uma decisão transitada em julgado movida pelo Ministério Público estabelece a integralidade do pagamento de equipamentos de educação por parte do estado. Ou seja, o valor do material, uniforme, alimentação e tudo mais que o valha não deveria estar embutido na mensalidade.



Pelo baixo valor, nem todas as escolas têm firmado o compromisso e cerca de 800 alunos autistas estão fora das salas de aula.

(ATUALIZAÇÃO: O governo de São Paulo afirma que ?as escolas não podem cobrar do Estado mais do que cobram dos particulares por um mesmo serviço, mas era isso que estavam fazendo?. Também diz que o edital foi feito com base em recomendações do TCE e que somente cinco escolas não querem assinar o contrato) - Veja.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas