....
....

28/02/2018

Homem é preso acusado dar uma surra na mulher com uma mangueira de gás de cozinha, acusando a esposa de traição


Um colombiano de 36 anos foi preso em Campinas (SP) nesta quarta-feira (28) suspeito de agredir a mulher com uma mangueira de gás de cozinha. De acordo com a Polícia Civil, a vítima, de 28 anos, relatou que as agressões começaram na tarde de terça (27) e só pararam com a chegada dos policiais. O homem alegou que suspeitava de traição.

A prisão ocorreu após denúncia de um vizinho à equipe do 8º Distrito Policial. Os investigadores foram até a residência do casal, no bairro Vila Padre Ancheita, e constataram o fato. No boletim de ocorrência, os policiais destacaram que a mulher tinha dificuldades para se locomover por conta das agressões.



A mulher, que também é colombiana, apresenta diversos hematomas pelo corpo. Ela contou aos policiais que não é a primeira vez que o companheiro a agride, e que ele também bate nos filhos, de 2 e 9 anos. O casal mora no Brasil há quatro anos.

Ameaça

Segundo a Polícia Civil, a vítima contou que foi ameaçada pelo companheiro, que teria dito que compraria um revólver para fazer "roleta russa em sua cabeça".

Questionado pelos policiais sobre as agressões, o suspeito alegou que agiu por suspeita que ela estaria o traindo. Sobre as agressões aos filhos, ele justificou que eram "corretivos".

Autuado em flagrante por violência doméstica, o suspeito foi encaminhado para a cadeia anexa ao 2º Distrito Policial de Campinas ? G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas