....
....

12/03/2018

Mulher arranca o dedo do namorado com uma dentada, durante briga em recepção de hotel


A autônoma Rosely Raul, de 53 anos, pode ser condenada a até oito anos de prisão por arrancar com uma mordida a primeira falange do dedo anelar de seu namorado, o motorista Rui Almeida Silva, de 59. O caso aconteceu durante uma discussão na recepção de um hotel em Praia Grande, no litoral de São Paulo, na noite de sexta-feira (9).

Rosely foi presa em flagrante ainda no hotel e encaminhada para a Delegacia Sede de Praia Grande, onde permaneceu até sábado (10), aguardando pela audiência de custódia. Ela foi liberada e irá aguardar o andamento do processo em liberdade.



Segundo informações da Polícia Civil, ela foi indiciada por lesão corporal gravíssima e pode ser condenada de dois a oito anos de prisão, por ter arrancado parte de um membro da vítima. O tempo da pena será decidido no julgamento, de acordo com a gravidade do caso.

Conforme o registro da ocorrência, a autônoma relatou aos policiais que seu namorado havia lhe dado um tapa no rosto ainda no quarto do hotel onde estavam hospedados. Porém, em seu depoimento, o homem negou ter batido em Rosely.

O caso

Segundo o registro no boletim de ocorrência, a briga entre o casal teve início no quarto do hotel, localizado na Rua Primeiro de Maio, no bairro Vila Mirim. De acordo com a polícia, o casal era de São Paulo e estava passando férias na cidade.

Testemunhas informaram ao G1 que os gritos da discussão podiam ser ouvidos nos corredores, e outros hóspedes também ligaram na recepção reclamando do barulho que vinha do quarto do casal.

Um funcionário do hotel subiu até o quarto para tentar amenizar a briga e convenceu o casal a descer até a recepção para conversar. No local, Rosely e Raul continuaram a discutir e, de acordo com a polícia, em determinado momento, ele levantou a mão para a mulher, que mordeu o seu dedo. Com a mordida, Rosely arrancou a primeira falange do dedo anelar da mão esquerda do namorado.

A polícia foi acionada pelas testemunhas para atender a ocorrência. A mulher foi presa em flagrante por lesão gravíssima e encaminhada para a Delegacia Sede de Praia Grande. A vítima foi encaminhada ao Hospital Irmã Dulce, onde foi medicada e liberada. Não há novas informações sobre seu estado de saúde - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas