....
....

13/03/2018

Celular Seguro: aplicativo do Governo do Estado combate roubo e furto de celulares na Paraíba. Veja como cadastrar seu aparelho


O dispositivo Celular Seguro já conta com mais de 1,3 mil aparelhos cadastrados em pouco mais de um mês em funcionamento. A ferramenta foi desenvolvida pelo Governo do Estado, por meio Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (Codata), para combater o roubo de celulares na Paraíba, e faz parte dos serviços oferecidos pelo Portal da Cidadania, lançado no fim de janeiro. Esse mecanismo possibilita que a polícia tenha condições de verificar a situação de qualquer celular - desde que esteja cadastrado - auxiliando na recuperação dos aparelhos roubados, furtados ou perdidos.

Para ter acesso ao dispositivo, basta o usuário acessar o Portal da Cidadania (CLIQUE AQUI), fazer o cadastro, que pode ser realizado com veiculação da conta no Facebook, Gmail ou Twitter. Em seguida, ir até a aba Celular Seguro e cadastrar o seu aparelho. O diferencial oferecido pelo Governo do Estado é que a ferramenta está disponível tanto na web quanto por aplicativo.



O presidente da Codata, Krol Jânio, destaca que para aparelhos com sistema Android, a identificação (IMEI) é salva automaticamente, mas é necessário fazer o cadastro para que o dono seja localizado, em caso de roubo ou perda. "É fundamental que a população acesse o Portal da Cidadania e cadastre os aparelhos de celular. Dessa forma, a polícia terá um banco de dados para a recuperação de celulares roubados ou perdidos no Estado", alertou. Uma das formas de descobrir o IMEI do aparelho é digitando o código *#06# . No sistema IOS essa identificação também pode ser localizada nas configurações do sistema, acessando a aba 'Geral', em seguida, na opção 'Sobre' e rolando a tela até o IMEI.

Já o coordenador de Tecnologia da Informação (TI) da Polícia Militar, capitão Luís Pantaleão, observou que à medida que a ferramenta Celular Seguro for sendo utilizada pela população desestimulará o comércio de celulares roubados na Paraíba. "O principal motivo para o roubo de celulares é o comércio informal. Esse aplicativo vai dar condições de a população verificar a situação de qualquer aparelho, por meio do aplicativo, antes de efetuar a compra, evitando o crime de receptação", disse.

O capitão ressaltou ainda que a ferramenta vai proporcionar à Polícia mais eficiência no combate a roubos e a furtos de celulares no Estado. "Para que a população entenda o quanto é importante cadastrar o seu aparelho celular, basta dizer que essa atitude vai dar condições de a Polícia verificar a situação de um aparelho, se tem alguma restrição, da mesma forma que verifica a situação de um veículo, tomando as providências que nos competem", explicou, lembrando que o aplicativo Celular Seguro também envia alerta de aparelhos roubados ou perdidos.

Portal da Cidadania

Lançado no fim de janeiro pelo Governo do Estado, o Portal da Cidadania reúne uma série de serviços para facilitar o dia a dia da população. Acessando o site (CLIQUE AQUI), a população tem à disposição serviços de Mobilidade, Segurança Pública, Governo, Cultura, Esporte, Saúde, Meio Ambiente, Ouvidoria, Utilidade Pública, Guias de Pagamento, Turismo e Concursos, por exemplo.

Por meio do Portal da Cidadania, é possível participar do Orçamento Democrático Estadual 2018, como se fosse presencial. Para isso, é necessário clicar no ícone do ODE, fazer o cadastro e votar nas prioridades de cada região por meio do aplicativo, como explicou o presidente da Codata. "O cidadão só precisa baixar um aplicativo. Nesse ambiente, ele elenca as prioridades e envia a informação. Isso vai facilitar e expandir a participação popular nas plenárias", ensinou Krol Jânio - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas