PÁGINA INICIAL  |  BIOGRAFIA  |  GERAL  |  POLÍTICA  |  RELIGIÃO |  POLICIAL  | ARQUIVO DE NOTÍCIAS  | CONTATO
 




25/03/2018

Jovem de 21 anos e com 31 passagens pela polícia é preso por matar e roubar empresário com quem tinha marcado programa sexual


Um jovem de 21 anos foi indiciado por latrocínio (roubo seguido de morte) e ocultação de cadáver pela morte de um empresário de 60 anos em Lages, na Serra catarinense. Gustavo Henrique de Jesus Seta da Silva, que fazia bico como garoto de programa, cometeu o crime depois de ter marcado encontro com a vítima, apontam as investigações. Ele está preso.

A Polícia Civil terminou o inquérito na quinta-feira (22). O assassinato foi no dia 9 de março. O G1 não localizou a defesa do indiciado, que confessou o crime.



Ele tem 31 passagens policiais, a maioria envolvendo crimes violentos, disse o delegado que conduziu a apuração do caso, Sérgio Roberto de Souza, da Divisão de Investigação Criminal (DIC). À polícia, ele desse não ser garoto de programa, mas que era "freelancer" de programas sexuais.

Crime e Investigação

Conforme o delegado, Gustavo e a vítima, dono de uma pastelaria em um shopping da cidade, se conheceram num site de relacionamentos e já tinham se encontrado uma vez. Eles marcaram novo encontro, mas o indiciado não estava com a intenção de fazer programa, conforme a Polícia Civil.

"Ele nunca teve esse intuito. O objetivo dele era roubar os pertences do homem, o carro, dinheiro e celular", disse Souza.

O assassinato ocorreu entre 21h e 22h, dentro de um carro, na localidade de Salto Caveiras. Gustavo teria dito ao empresário para os dois irem até um motel, mas o agrediu e o matou no caminho, conforme a Polícia Civil.

"Ele chegou a nos dizer que matou o homem com socos e chutes, ainda dentro do carro. Mas a perícia confirmou que ele foi morto por uma lesão contundente na cabeça, oriunda de uma pedrada ou uma paulada", disse o delegado.

Após a morte, o corpo do comerciante foi levado para uma vala em um matagal, a cerca de 70 metros do carro. Segundo a polícia, o carro foi abandonado porque a chave quebrou na ignição.

O corpo foi encontrado no dia 11 de março, data em que foram iniciadas as investigações. Foi expedido mandado de busca e apreensão e prisão temporária no dia 15 de março, e Gustavo foi detido.

As digitais dele foram encontradas dentro do carro abandonado. "Inclusive o celular da vítima estava escondido atrás da geladeira dele", contou o delegado - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas






 


 


 
Política, bastidores da campanha, atuação jornalística: veja entrevista de Carlos Magno ao Ponto a Ponto da TV Itararé
 

 

.......................................................


www.carlosmagno.com.br

             Jornalista
 Apresentador
 Comentartista Pol?ico
 Cel. (83) 98720-7870
 e-mail:
contato@carlosmagno.com.br
 Facebook: www.facebook/jornalistacarlosmagno
 Twitter: @magnopb
 Instagran: @jornalistacarlosmagno