....
....

30/05/2018

Comerciante é preso em Campina Grande por vender botijão de gás de cozinha ao preço de 150 reais


Um comerciante foi preso nesta terça-feira (29) em Campina Grande, por prática abusiva de preço. Ele estava vendendo botijão de gás de cozinha por R$ 150,00. A equipe do  Procon Municipal recebeu uma denúncia anônima de que havia uma pessoa no bairro do Cruzeiro revendendo o produto pelo preço e quando chegou no local se passou por cliente, confirmando o valor.

Ao se identificar como funcionário do órgão, o comerciante negou-se a se identificar e  barrou a entrada da fiscalização em sua mercearia. Para realizar o procedimento foi necessária a presença da Polícia Militar. Enquanto a ação era realizada, uma cliente apareceu com o restante do dinheiro que havia pego emprestado para comprar o botijão por 150 reais, confirmando mais uma vez a venda abusiva.



Além do crime contra o consumidor o comerciante não tinha autorização para revender gás de cozinha. Ele foi preso em flagrante, apreendidos os botijões expostos à venda e conduzido à Delegacia de Polícia Civil para a tomada das providências cabíveis.

De acordo com o coordenador do Procon, Rivaldo Rodrigues, o comerciante foi  autuado pela prática de crime contra ordem econômica e financeira, cuja pena vai até cinco anos de prisão, não cabendo o arbitramento de fiança na área policial, razão pela qual foi encaminhado ao cárcere da Central de Polícia para ser apresentado no prazo legal à audiência de custódia - Paraíba Debate.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas