....
....

30/06/2018

Durante comemoração, mulher cai com taça na mão e morre, ao ser atingida no pescoço pelos estilhaços de vidro


Amigos da mulher, de 30 anos, que morreu após sofrer uma queda e cortar o pescoço com estilhaços de uma taça de vidro, no bairro Recanto em Itatiba (SP), tentam entender a tragédia que ocorreu em poucos segundos.

O colega de trabalho Diego Silva, que estava com Tamara Maiochi no momento do acidente, contou ao G1 que ela comemorava a vitória do Brasil sobre a Sérvia pela Copa do Mundo na Rússia, na tarde de quarta-feira (27), quando se desequilibrou de uma cadeira e sofreu um grave ferimento.



O rapaz diz que os amigos de Tamara tentaram conter o sangramento enquanto acionaram o resgate, mas ela não resistiu aos ferimentos e morreu no local. "Foi banal. Ninguém imaginava isso, que poderia acontecer com alguém no lugar mais seguro possível: sentada e vendo um jogo", conta Diego.

"Ela conseguiu levantar, mas foi tudo muito rápido", completa o colega de trabalho da vítima. Segundo o delegado que registrou a ocorrência, peritos estiveram na residência e apontaram o ocorrido como acidente.

"Ela estava com a taça na mão e mais um celular na outra. Em seguida, ela escorregou, foi se apoiar na mesa e a taça atingiu o pescoço. A investigação continua, mas tudo indica que realmente foi acidente", explica Luciano Carneiro de Paiva. O caso foi registrado na delegacia da cidade como morte suspeita.

Segundo pai de Tamara, o comerciante João Maiochi Júnior, a filha era divertida, carinhosa e estava muito feliz. "Ia muito bem na carreira, uma pessoa responsável, nunca deu trabalho. Era uma filha muito carinhosa. Estamos muito tristes", diz.

Fatalidade

Ao G1, outro amigo da vítima contou que ela morava sozinha em Itatiba, longe da família de Conchal (SP). Há três meses, Tamara perdeu o controle do carro em uma rua do Centro e ficou ferida ao colidir com um poste. "Ela já deu perda total em um carro e saiu ilesa. Um tombo com uma taça a levou", diz o amigo.

Naquela ocasião, moradores a levaram para a Santa Casa, onde ela foi medicada e ficou sob observação. Apesar do susto e do prejuízo material, a vítima teve apenas ferimentos leves nos braços e nos rostos. Ela não havia ingerido bebida alcoólica no dia do acidente - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas