....
....

02/08/2018

Artista plástico Antonio Dias, cuja morte foi destaque nacional e internacional nesta quarta-feira, era natural de Campina Grande


Morreu, nesta quarta-feira (1º), o artista plástico paraibano Antonio Dias, aos 74 anos. Ele estava internado desde domingo na Clínica São Vicente, Zona Sul do Rio de Janeiro. O artista tratava de câncer do pulmão havia sete anos e foi diagnosticado em junho de 2017 com um tumor na cabeça.

Nascido em Campina Grande, cidade da Paraíba, Dias radicou-se no Rio de Janeiro no final dos anos 1950. Na época, ele frequentou aulas de Oswaldo Goeldi no ateliê de gravura da Escola Nacional de Belas Arte e passou a trabalhar como desenhista de arquitetura e artista gráfico, colaborando para publicações como a revista Senhor.



Nara Roesler, sua galerista há nove anos, disse em depoimento à Folha que trabalhar com Dias permitia a o aprendizado e troca de experiências a todo momento. "Todos os artistas que são seguros, são cooperativos", afirmou Roesler. "Ele sabia da importância de seu trabalho".

O colega de profissão e também artista plástico Waltércio Caldas afirma que Dias o influenciou tanto profissionalmente quanto pela sua postura de fala.

"Ele apresentou uma nova concepção do que era ser artista", diz o Caldas. "Dias refletia muito sobre a questão política que não era usada de forma ingênua, mas de uma forma fantástica, que para mim apresentava a ideia de artista contemporâneo".

Este diálogo político em seus trabalhos que dialogavam contra à ditadura militar, lhe rende um exílio durante a ditadura militar e viveu durante anos 1970 em Milão. Nesta época, seus quadros passam de um vocabulário geométrico, abstrato e partiu à pintura de experimentos com pigmentos de ouro, cobre, óxido e grafite.

O falecimento de Antonio Dias foi destaque nos principais órgãos de imprensa do Brasil e em alguns internacionais. Dias deixa a esposa Paola e duas filhas - Com informações do Estadão.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas