....
....

08/08/2018

Aplicabilidades e implementação do BIM serão tema de debate em Fórum promovido pelo Sebrae Paraíba e Sinduscon


A possibilidade de projetar uma obra com uma quantidade mínima de erros e interferências, maior detalhamento e com garantia de maior produtividade e economia já existe: é o Building Information Modeling (BIM), ou Modelagem da Informação da Construção, em português. Trata-se de um novo conceito para projetos de construções e que será abordado durante o III Fórum Inovar e Construir: tendências tecnológicas da construção civil, realizado nos dias 8 e 9 deste mês no Centro Cultural Ariano Suassuna, em João Pessoa.

Durante o evento, promovido pelo Sebrae Paraíba em parceria com o Sindicato da Indústria da Construção Civil de João Pessoa (Sinduscon-JP) e a Revista Edificar, também serão abordadas temáticas como o impacto de tecnologias como internet das coisas, automação e integração de sistemas na construção civil; energia solar como oportunidade de investimento e o gás natural em empreendimentos da construção civil, entre outros.



O presidente da Associação da Construção Civil Leve da Paraíba (ACL), Riccelly Lacerda, vai moderar o debate acerca do BIM e explica que o modelo é capaz de antecipar possíveis problemas que podem afetar a obra, a exemplo de interferências entre diferentes instalações, como tubulações e vigas, e fazer simulações energéticas. "É uma tecnologia nova que tem ganhado força desde 2012 no país e que vem para evitar os erros nos projetos. Ela já é utilizada em João Pessoa, mas nem todos conhecem ainda", afirmou.

De acordo com Lacerda, o uso do BIM permite o detalhamento do projeto de forma que outras plataformas não permitem. Para tanto, o modelo é utilizado de forma multidisciplinar, envolvendo o trabalho de arquiteto, engenheiro de instalações e projetistas, por exemplo. "Quando se modela no BIM, é possível incluir todas as informações da obra, ou seja, o acabamento das paredes, informações de condutibilidade térmica, absorção de ruídos, entre outras. O modelo também exige experiência prévia com obras e reduz os custos e o tempo de obra. Quanto mais complexa a obra, maior a chance de economia", comentou.

A analista do Sebrae Paraíba, Gorete Cirino, frisa a importância do fórum para os micro e pequenos negócios que atuam na área da construção civil. "A construção civil é impulsora do desenvolvimento e o Sebrae começou recentemente a trabalhar com este segmento. O grande foco é melhorar a competitividade das empresas, principalmente para que os pequenos negócios possam ocupar seu espaço diante das grandes empresas. Então, a atualização dos empresários vai ser fundamental para ampliar a produtividade e competitividade dos micro e pequenos negócios do setor", afirmou.

Na Grande João Pessoa, cerca de 60 micro e pequenos negócios ligados à cadeia da construção civil integram o projeto desenvolvido pelo Sebrae Paraíba na área. Empreendimentos de Areia e Sapé também integram o projeto, de acordo com a gestora Gorete Cirino. As inscrições para o III Fórum Inovar & Construir estão abertas e podem ser feitas pela internet (CLIQUE AQUI).

Serviço:

III Fórum Inovar & Construir - Tendências Tecnológicas da Construção Civil

Datas: 8 e 9 de agosto

Local: Centro Cultural Ariano (Tribunal de Contas do Estado, em Jaguaribe)

Inscrições: CLIQUE AQUI

Mais informações: Sinduscon/JP - (83) 3244-8655

Valores:

Estudante: R$ 100,00

Associado: R$ 150,00

Não associado: R$ 200,00

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas