....
....

16/08/2018

Obra do primeiro lote do canal Acauã/Araçagi será entregue até dezembro, confirma Governo da Paraíba


O Governo do Estado conclui até o próximo mês de dezembro o lote 1 das obras de construção do Canal Acauã/Araçagi. A obra está em ritmo acelerado com um efetivo de mais de 800 funcionários e 250 equipamentos em funcionamento. O lote 2, que também está com o andamento da obra conforme planejamento, está aproximadamente 40% concluído. A execução está sendo realizada por meio da Secretaria de Estado da Infraestrutura, dos Recursos Hídricos, do Meio Ambiente e da Ciência e Tecnologia (Seirhmact), com investimento de mais de R$ 1 bilhão.

De acordo com o secretário da Seirhmact, Deusdete Queiroga, a obra do Canal Acauã/Araçagi está em ritmo acelerado, para que o primeiro lote seja entregue até dezembro. "Nos últimos 12 meses foram medidos e pagos pela obra o equivalente a mais de R$ 100 milhões", afirmou Deusdete.



O Sistema Adutor das Vertentes Litorâneas da Paraíba (Canal Acauã/Araçagi) terá 130,44 km, levando água de Araçagi até o rio Camaratuba, cortando vários municípios, o que possibilita cerca de 16 mil hectares de irrigação, contribuindo para o crescimento e o desenvolvimento da região. É a maior obra hídrica do Estado da Paraíba, beneficiando 600 mil habitantes de 38 municípios. O sistema está projetado para operar totalmente por gravidade e transportar vazões que variam de 10 m³/s em seu trecho inicial a 2,5 m³/s no trecho final. A obra é constituída por 15 segmentos de canais com seção trapezoidal, cinco trechos em sifões invertidos, construídos em tubulações de aço (1900/1850/1700mm), galerias sob ferrovia e rodovia BR-230 e sete aquedutos.

A obra, cujo projeto foi dividido em três lotes e subdividido em etapas úteis, tem como finalidade promover o suprimento regular de água bruta aos municípios da planície costeira do interior do Estado. O projeto é composto por um conjunto de obras formado por tomada d'água, canais, adutoras em sifões e aqueduto, que são complementadas por obras especiais ou localizadas, tais como estruturas de concordância canal/tubulações, canal/aqueduto, pontes, passarelas, bueiros, galerias, entre outros.



A captação de água se dá no Açude Acauã (Barragem Argemiro de Figueiredo) localizada no baixo Rio Paraíba, ao sul do Estado. A partir da tomada d?água, o sistema adutor avança em direção ao norte até desaguar em um afluente do Rio Camaratuba. O sistema adutor cruza as bacias dos rios Gurinhém, Miriri, e Mamanguape/Araçagi, integrando-as, e promove implantação de obras do empreendimento em áreas dos municípios de Itatuba, Mogeiro, Salgado de São Felix, Itabaiana, São José dos Ramos, Riachão do Poço, Sobrado, Sapé, Mari, Cuité de Mamanguape, Araçagi, Itapororoca e Curral de Cima - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas