....
....

04/09/2018

Convidado, Coronel Kelson, ex-Comandante Geral da Polícia Militar da Paraíba adere ao projeto de Maranhão


O Coronel Kelson de Assis Chaves, ex-Comandante Geral da Policia Militar no governo Cássio II, aderiu oficialmente ao projeto de José Maranhão, candidato ao governo do Estado nas eleições de 07 de outubro próximo.

"Informei a alguns amigos o propósito de contribuir com a formatação de algum plano de governo, na área de segurança pública, na expectativa de poder produzir algo que minimize o cenário de insegurança estadual, e o Senador José Maranhão, num gesto elegante, me convidou para um encontro, quando expusemos vários pontos de vista comuns, o que culminou com a minha decisão de apoiá-lo nessa empreitada", relatou o ex-Comandante.



O Coronel Kelson, como é do conhecimento público, é tido no círculo da Segurança Pública como um policial extremamente dedicado, respeitado pela sociedade e rigoroso com a criminalidade. Se notabilizou na Polícia paraibana por ser um homem de rua e um ferrenho defensor da tropa.

Em seu vasto histórico de relevantes serviços prestados à Polícia Militar, constam as criações de Unidades Especializadas dentro da PM, entre elas o CHOQUE, o CANIL e a ROTAM, além de idealizar e comandar a Operação SUCURÍ que, na segunda metade dos anos 90, exerceu combate sistemático ao crime organizado em João Pessoa, mais especificamente roubo a bancos e tráfico de entorpecentes.

"Se depender do futuro Governador José Maranhão e do nosso esforço pessoal, de tudo faremos para devolver a paz e a tranquilidade a todo o povo paraibano, com muito trabalho. Pode esperar", enfatizou Kelson - Assessoria.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas