....
....

24/09/2018

Seminário realizado em Campina Grande discutiu os Direitos da Pessoa com Deficiência


A Secretaria de Estado do Desenvolvimento Humano (Sedh) e o Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência realizaram em Campina Grande o Seminário Regional dos Direitos da Pessoa com Deficiência, que reuniu representantes dos municípios que possuem Conselhos Municipais e profissionais dos serviços que compõem a rede de atendimento a pessoa com deficiência.

Na abertura do evento, o presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Hellosman de Oliveira Silva, falou dos desafios diários enfrentados pelas pessoas que possuem algum tipo de deficiência, e lembrou dos avanços proporcionados pela gestão estadual por meio da Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad). Já a representante da Sedh, Gilmara Andréa de Oliveira, destacou os vários serviços prestados pelo Governo do Estado, por meio da Funad, órgão ligado à Sedh, e que atende diariamente a centenas de pessoas com algum tipo de deficiência.



O evento contou com uma primeira mesa que discutiu Controle Social e Defesa de Direitos, e teve como expositores os representantes dos Conselhos Estaduais da Pessoa com Deficiência - CEDPcD/PB, Hellosman de Oliveira Silva; de Assistência Social - CEAS/PB, Karla Rosângela Felinto de Araújo; dos Direitos da Criança e do Adolescente - CEDCA/PB, Maria do Socorro Carvalho; de Segurança Alimentar e Nutricional - Consea/PB, Renilda de Albuquerque; dos Direitos da Pessoa Idosa - CEDPI/PB, Vandinei Viegas.

Numa segunda mesa, foram discutidos Avanços e Desafios nas Políticas Públicas voltadas para o segmento da Pessoa com Deficiência e a rede de proteção intersetorial dela participaram a técnica da Gerência Estadual da Proteção Social Básica da Sedh, Gilmara Andréa de Oliveira; a gerente estadual de Proteção Social Especial da Sedh, Maria Madalena Dias; a presidente da Funad, Simone Jordão Almeida; o coordenador do Núcleo de Políticas Públicas do Ministério Público da Paraíba, procurador Valberto Lira; da coordenadora de Promoção dos Direitos das Pessoas Idosas e das Pessoas com Deficiência, defensora pública Fernanda Peres da Silva.

Segundo a gerente estadual de Proteção Social Especial da Sedh, Maria Madalena Dias, o seminário tem como objetivo mobilizar a sociedade civil a participar ativamente das instâncias de controle social. "Na oportunidade, discutimos os avanços e desafios presentes nas políticas públicas. Participaram deste evento cerca de 170 profissionais que compõem da rede de atendimento a pessoa com deficiência de municípios da região e profissionais do Estado. Como resultado deste Seminário, esperamos promover o debate para o fortalecimento das instâncias de controle social e, consequentemente, o aprimoramento das políticas públicas", informou.

O Seminário Regional dos Direitos da Pessoa com Deficiência contou com um momento marcante e que emocionou aos presentes: a apresentação de alunos da Escola Especial de Música da Fundação Espaço Cultural da Paraíba (Funesc), Amanda Miranda e Rodrigo Filgueira.

Amanda Miranda de Alexandrino Leite, 28 anos, encantou a todos com sua apresentação de violino. Portadora de Síndrome de Down, há sete anos frequenta a Escola de Música, em outro número, ao lado da mãe, Maria Sueli Miranda de Alexandrino Leite, que há cinco anos decidiu também aprender a tocar o instrumento.

Porém as habilidades de Amanda não se limitam a música, apesar de possuir em seu currículo apresentação com o cantor Chico César por ocasião do lançamento do livro do compositor e cantor, 'O Agente Laranja e a Maçã do Amor'. Nadadora dos quatro estilos: costa, peito, borboleta e crawl. E pintora, já tendo exposto 20 de suas telas na Estação Ciência.

O coordenador da Escola, Leonardo Limongi, destacou que a unidade possui atualmente cerca de 70 alunos matriculados. "É importante o estímulo e apoio dos pais, familiares e amigos de pessoas que possuam algum tipo de deficiência, seja física ou intelectual, mas que podem perfeitamente desenvolver suas habilidades musicais", ressaltou - Secom-PB.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas