....
....

28/09/2018

Datafolha: Haddad sobe 6 pontos, chega a 22% e se aproxima de Bolsonaro, que tem 28%. Petista vence 2º turno entre os dois


O Datafolha divulgou na noite desta sexta-feira, 28, uma nova pesquisa com números de intenção de voto para a corrida pela Presidência da República. A nove dias da votação do primeiro turno, o levantamento mostra que o deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) se mantém na liderança, com 28% da preferência, seguido por Fernando Haddad (PT), com 22%, um avanço de seis pontos porcentuais.

No último levantamento do Datafolha, divulgado em 20 de setembro, Bolsonaro tinha 28% das intenções de voto, seguido por Haddad, com 16%, e o candidato do PDT, Ciro Gomes, com 13%, ambos empatados dentro da margem de erro de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.



Na pesquisa publicada nesta sexta, Ciro tem 11% da preferência do eleitorado, seguido por Geraldo Alckmin (PSDB), com 10%; e Marina Silva (Rede), com 5%. O pedetista e o tucano estão empatados na margem de erro, que é de dois pontos porcentuais, para mais ou para menos.

Em seguida vêm João Amoêdo (Novo), com 3% das intenções de voto; Alvaro Dias (Podemos) e Henrique Meirelles (MDB), com 2% cada um; Vera Lúcia (PSTU), Guilherme Boulos (PSOL) e Cabo Daciolo (Patriota), com 1% cada um. José Maria Eymael (DC) e João Goulart Filho (PPL) não pontuaram. Brancos e nulos somam 10%. Não souberam ou não responderam 5%.

A nova pesquisa Datafolha ouviu 9.072 eleitores em 349 municípios, distribuídos nos 26 estados e no Distrito Federal. O levantamento está registrado junto ao Tribunal Superior Eleitoral sob a identificação BR-08687/2018.

Rejeição aos presidenciáveis

O Datafolha também mediu a rejeição dos treze presidenciáveis entre o eleitorado, perguntando aos entrevistados em quais candidatos eles não votariam de jeito nenhum. A soma dos números é superior a 100% porque os eleitores podem indicar mais de um candidato na resposta.

Jair Bolsonaro continua como o mais rejeitado, com 46%, três pontos porcentuais a mais que na pesquisa anterior. Em seguida vêm Fernando Haddad, cuja rejeição passou de 29% para 32%; Marina Silva, de 32% para 28%; Geraldo Alckmin, que se manteve em 24%; e Ciro Gomes, de 22% para 21%.

Vera Lúcia é rejeitada por 18% dos eleitores; Cabo Daciolo, Guilherme Boulos e José Maria Eymael, por 17% cada um; Henrique Meirelles, por 16%; Alvaro Dias, por 15%; João Amoêdo e João Goulart Filho, por 14% cada um.

Responderam que rejeitam todos ou não votariam em nenhum 4% dos entrevistados. Não rejeitam nenhum ou votariam em qualquer candidato 2%. Não souberam responder 4% dos eleitores - Veja.

Na simulação de 2º turno entre Bolsonaro e Haddad, o petista venceria por 45% a 39%. As demais simulações ficaram assim: Ciro 42% x 36% Alckmin; Alckmin 45% x 38% Bolsonaro; Ciro 48% x 38% Bolsonaro; Alckmin 39% x 39% Haddad; e Ciro 41% x 35% Haddad - G1.

Portal Carlos Magno


VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas