....
....

29/10/2018

Nas redes sociais, Haddad parabeniza Bolsonaro pela vitória e diz que o Brasil merece o melhor


O candidato derrotado à Presidência da República Fernando Haddad (PT), que havia decidido não parabenizar o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) pela vitória nas eleições de 2018, mudou de ideia e postou uma mensagem em seu perfil no Twitter. Segundo Haddad, ele escreve a mensagem hoje "de coração leve" e esperando que "ela estimule o melhor de todos nós".

A posição do ex-prefeito de São Paulo no domingo era a de não fazer nenhum gesto a Bolsonaro, inclusive o tradicional telefonema do candidato derrotado para o eleito, reconhecendo o resultado das eleições. "Ele foi um candidato extremamente agressivo com Haddad, alimentou fake news sobre a sua vida pessoal e xingou-o nas redes sociais", disse o coordenador da campanha petista, Emídio de Souza. Para justificar a atitude, Haddad lembrou os aliados que fora chamado de "canalha" pelo adversário e que na semana passada Bolsonaro falou em "banir os marginais vermelhos da pátria".



Em seus discursos após o resultado, nenhum dos dois postulantes que avançaram para o segundo turno - nem Haddad, nem Bolsonaro - mencionou o rival. Aos apoiadores petistas, Haddad se projetou como uma espécie de liderança da nova oposição, pregando que o PT se "reconecte com as ruas e com as bases" para construir um projeto de governo visando as eleições de 2022.

Ainda nesta semana, Haddad vai a Curitiba para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva na carceragem da Polícia Federal e planejar os próximos passos do partido. Por ser registrado como advogado de Lula, Haddad tem livre acesso à cela do ex-presidente - Veja.

Portal Carlos Magno