....
....

30/10/2018

Menores envolvidos em incêndio no prédio da feira de artesanato de Tambaú, em João Pessoa, irão para unidade socioeducativa


Os dois adolescentes envolvidos no incêndio que destruiu o prédio de uma feira de artesanato na orla de João Pessoa permanecem apreendidos na Central de Polícia de João Pessoa. Eles foram apresentados nesta quarta-feira (30) ao Ministério Público da Paraíba, que pediu a internação deles em unidade socioeducativa. O caso, agora, será analisado pelo juiz da Vara da Infância e Juventude. Enquanto não ocorre decisão, os adolescentes seguem apreendidos pela Polícia Civil.

O incêndio ocorreu na madrugada desta quarta-feira (30), em Tambaú, e causou prejuízos a muitos comerciantes, que tiveram seus produtos consumidos pelo fogo. Os dois adolescentes, com idades de 16 e 17 anos, foram apreendidos pela polícia e apresentados à Promotoria da Infância e Juventude, que verificou a existência de indícios da participação dos adolescentes no incêndio e pediu a internação.



De acordo com o delegado Gustavo Carletto, da Infância e Juventude (DIJ), os dois adolescentes foram encontrados pela Polícia Militar, no local do incêndio. Eles são suspeitos de atear fogo no local, para, em seguida, praticar furtos. Na delegacia, eles confessaram que acenderam o fogo no local da feira, mas disseram que não tinham intenção de causar o incêndio. "Um deles já tem histórico de envolvimento com infrações", observou o delegado.

Apesar da destruição do prédio, não houve feridos. Ao perceber as chamas, por volta das 2h da madrugada, testemunhas acionaram o Corpo de Bombeiros.  Apartamentos de um hotel vizinho também foram atingidos pelas chamas.

A Polícia Civil realizou perícias e solicita imagens de câmeras do local para subsidiar a investigação. "Mesmo com o pedido de internação feito pelo Ministério Público, iremos continuar com as investigações para encaminhar os laudos e resultados ao juiz que irá decretar a sentença definitiva sobre esses dois adolescentes", detalhou Gustavo Carlleto - Secom-PB.

Portal Carlos Magno