....
....

02/11/2018

Paraibano é nomeado para a Diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas, e recebe saudação do Bispo de Campina Grande


O Bispo Diocesano de Campina Grande, Dom Dulcênio Fontes de Matos, publicou nesta quinta-feira (01) uma carta na qual faz uma saudação a Dom Genival Saraiva de França, nomeado pelo Papa Francisco Administrador Apostólico da Diocese de Palmeira dos Índios, em Alagoas. A carta de Dom Dulcênio está publicada no site da Diocese campinense.

Dom Genival é natural de Alcantil, na Paraíba, e foi pároco da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, no bairro da Prata, em Campina Grande; Coordenador Pastoral da Diocese de Campina Grande; Vigário Geral da Diocese de Campina Grande; professor da Rede Estadual de Ensino, da Universidade Federal da Paraíba - UFPB e Universidade Estadual da Paraíba - UEPB, além de Administrador Apostólico da Arquidiocese da Paraíba.



Também foi Bispo da Diocese de Palmares, em Pernambuco; presidente do Regional Nordeste-2 da CNBB; Vigário-Geral da Arquidiocese de Olinda e Recife; e Administrador Paroquial da Paróquia do Sagrado Coração de Jesus, no bairro de Casa Forte, em Recife.

Veja, abaixo, a carta de Dom Dulcênio:

Campina Grande, 01 de novembro de 2018.

Ao estimado irmão, Dom Genival Saraiva de França, ao Clero e fiéis da estimada Diocese de Palmeira dos Índios

Ao tomar conhecimento da nomeação de Dom Genival para, interinamente, administrar a Igreja particular de Palmeira dos Índios, de imediato, entreguei-o à intercessão de Nossa Senhora do Amparo, boa e solícita Mãe, que, ao longo de onze anos, sustentou o meu pastoreio em vosso meio. Creio que a Virgem Santíssima não vos desassistirá neste momento tão especial para a vida da Esposa de Cristo, presente nos agreste e sertão alagoanos.

Ponho-me, queridos irmãos, em comunhão de fé e de fraternidade convosco, sempre torcendo para que a vontade de Deus perpasse pela fidelidade do nosso 'sim', assentimento que contribui, grandemente, para o desenvolvimento da amada "Vinha do Senhor", Seu Corpo Místico.

Cordialmente,

Dom Dulcênio Fontes de Matos - Bispo de Campina Grande

Portal Carlos Magno