....
....

17/06/2019

Dois filhos de pastor são presos acusados de matar o pai com mais de 30 tiros para defender a mãe, após suposta traição


A Delegacia de Homicídios de Niterói investiga dois filhos pelo assassinato do pastor Anderson do Carmo de Souza, marido da deputada federal Flordelis (PSD-RJ).

 

Durante o enterro, nesta segunda-feira, 17, a polícia agiu prendeu Flávio dos Santos, filho biológico apenas de Flordelis – a deputada e Anderson do Carmo registraram 55 filhos, sendo 51 adotados. Flávio tinha um mandado de prisão por violência doméstica.

 

Um outro filho do casal também foi preso. Lucas, 18, que é adotado, foi encontrado na casa onde o pastor foi morto. Quando era menor, ele se envolveu com tráfico de drogas. Lucas e Flávio prestaram depoimento durante a tarde sobre a morte do pai.



 

Flávio vai passar a noite da delegacia, e Lucas foi transferido para uma unidade onde abriga menores que cometem crime por tráfico de drogas.

 

Em diversas entrevistas, Flordelis rechaçou a hipótese de que um de seus filhos seja o autor do crime. Ela insiste que o crime tenha sido uma tentativa de assalto. “É nisso que eu acredito, que foi um assalto, e que ele morreu defendendo a família”, disse Flordelis durante o enterro pela manhã, em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio.

 

A polícia informou que os criminosos fugiram do local sem levar nada. Investigadores revelaram também que os bandidos usaram toucas ninja e que doparam os cachorros da família antes do crime.

 

O pastor foi assassinado com diversos tiros na madrugada de domingo, 16, na garagem de sua residência, em Pendotiba, Niterói. O laudo do Instituto Médico Legal (IML) aponta que o corpo de Souza tinha 30 perfurações – Estadão.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas