....
....

11/07/2019

Bolsonaro explica liberação de emendas aos parlamentares para aprovação da reforma da Previdência: “não tem mala”


O presidente Jair Bolsonaro usou as redes sociais para explicar as 37 portarias publicadas no 'Diário Oficial da União' para liberação de recursos do orçamento em emendas parlamentares, cuja aplicação é indicada por deputados e senadores que prometem votar a favor da reforma da Previdência.

 

De acordo com o portal Brasil 247, enquanto as siglas cobram a liberação das emendas prometidas pelo governo, que ofereceu R$ 20 milhões para cada deputado antes da votação e outros R$ 20 milhões depois, Jair Bolsonaro disse que a liberação é "por conta do orçamento impositivo".



 

Mais cedo, Bolsonaro disse que se pudesse liberaria todo o dinheiro das emendas previstas em orçamento. 'Não tem conversa escondidinha', disse. . “Tenho 28 anos de Parlamento, tudo o que é liberado está no orçamento. Nada foi inventado, não tem mala, não tem conversa escondidinha em lugar nenhum, é tudo à luz da legislação. É isso que deve estar acontecendo”, afirmou.

 

De acordo com o líder da bancada do PSOL na Câmara, o deputado Ivan Valente, dos cerca de R$ 1 bilhão liberados em emendas, mais de R$ 440 milhões não têm autorização legislativa, o que é irregular e pode ser enquadrado em crime de responsabilidade – Brasil 247.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas