....
....

14/09/2020

Pais “vendem” bebê recém nascido para a adoção por não ter condições de pagar a conta de hospital


Um casal indiano afirmou à imprensa local que foi obrigado a "vender" o filho recém-nascido ao hospital por não conseguir pagar pelo parto. Shiv Charan e a mulher, Babita, alegam que a a criança – o sexto filho do relacionamento - seria dada para adoção. As informações do jornal Times of India.

 

O caso ocorreu na semana passada, em Agra, no norte do país. Babita, de 36 anos, deu à luz no dia 24 de agosto por meio de cesariana. A conta do Hospital JP ficou em 35 mil rúpias indianas (aproximadamente 480 dólares ou R$ 2,6 mil), mas a família não tinha como arcar com a despesa.



 

O casal, que não sabe ler ou escrever, alega que o centro médico os manipulou para vender o bebê para adoção por um preço 100.000 rúpias (R$ 7,4 mil). “Colocamos impressões digitais em todos os documentos, conforme solicitado pelo hospital”, disse Shiv ao Times. “Não recebi papéis de alta, contas ou quaisquer outros papéis", completou.

 

Os pais da criança explicam que desconheciam a situação para a qual estavam sendo induzidos. “Só precisávamos de algum dinheiro”, disse Babita, que diz que está lutando para ter o bebê de volta. Atualmente, segundo a reportagem, o casal conta com o apoio de ativistas dos direitos humanos no caso, que também está sendo investigado pelas autoridades da índia.

 

Em resposta ao episódio, o gerente do hospital, Seema Gupta, afirmou que o bebê não foi “comprado”, mas que a família “entregou” intencionalmente a criança para adoção. “Essas afirmações estão erradas. Não os obrigamos a desistir do filho. Eles o fizeram por conta própria. Tenho uma cópia do acordo escrito assinado pelos pais, expressando sua vontade”, revela.

 

De acordo com a mídia local, hospitais na região de Agra são conhecidos por coagir pais carentes a darem seus bebês em troca de dinheiro. Ainda segundo o Times, a família Charan vive em uma casa alugada e atualmente sobrevive com pouco mais de 1 dólar por dia (R$ 5,40), após perder o trabalho devido à pandemia do coronavírus – RedeTV!

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas