....
....

15/09/2020

Homem mata esposa a facadas dentro de hospital e depois comete suicídio; ela buscava atendimento para a filha pequena


Um homem matou a esposa, na tarde desta segunda-feira (14), dentro de um hospital particular, em Ceilândia, no Distrito Federal. Shirley Rúbia, de 39 anos, buscava atendimento para a filha pequena e foi assassinada a facadas.

 

Conforme a assessoria do Hospital São Francisco, a vítima estava na ala pediátrica. O casal chegou junto com a criança, para uma consulta médica.

 

Anda segundo a assessoria, "em determinado momento, o homem saiu do consultório. Pouco minutos depois, voltou com uma faca e atingiu a esposa".



 

"O médico e a filha do casal presenciaram o crime", disse a assessoria.

 

Uma irmã de Shirley Rúbia disse ao G1, que o casal estava separado há quatro meses. Segundo ela, o homem não se conformava com a separação.

 

A mulher chegou a ser socorrida, mas não resistiu. Conforme a Polícia Civil, depois de matar a esposa, o suspeito deixou o hospital e cometeu suicídio.

 

Ele foi encontrado em Samambaia, a cerca de 7 quilômetros do local do crime. Ao G1, a delegada da Delegacia de Atendimento Especial à Mulher (DEAM II), Adriana Romana, disse que o caso é tratado como feminicídio. "Infelizmente mais um", informou a delegada – G1.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas