....
....

16/10/2020

“Neymar é um dos melhores do mundo, mas também é um palhaço”, dispara zagueiro da seleção do Peru


O zagueiro Carlos Zambrano, da seleção do Peru, disse que o atacante Neymar, do PSG e da seleção brasileira, é "um dos melhores jogadores do mundo", mas também chamou o camisa 10 canarinho de "palhaço" pela forma que o rival se comportou na vitória por 4 a 2 do Brasil sobre o Peru, na última terça-feira, pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

 

"Sinceramente, ele é um grande jogador, um dos melhores do mundo. Mas, para mim, também é um palhaço de verdade", disparou o atleta do Boca Juniors, durante participação no programa "La banda del Chino", do canal América TV.



 

Zambrano, que foi expulso nos minutos finais da partida no Estádio Nacional de Lima após dar um golpe com o braço no atacante Richarlison, considerou que o astro do Paris Saint-Germain simulou faltas a todo momento até conseguir que fossem marcados dois pênatlis a favor do Brasil.

 

"Neymar é consciente de tudo o que fez em campo. É um grande jogador, mas busca o tempo todo o mais mínimo contato. Na área, se atirou quatro ou cinco vezes para ver se davam um pênalti e, no final das contas, conseguiu que apitassem dois pênaltis que não aconteceram", reclamou.

 

O defensor ainda reclamou do árbitro chielno Julio Bascuñán por ter trocado seu cartão amarelo por um vermelho após consulta ao VAR.

 

"Só porque era o Brasil, de imediato eles foram olhar o VAR. Seja positiva ou negativa, eles sempre revisam as imagens, porque é o Brasil", ironizou.

 

Segundo Zambrano, o juiz fez pouco caso dos atletas peruanos durante toda a partida quando eles pediam que alguma jogada fosse revisada pelo árbitro de vídeo.

 

O atleta também garantiu que, no lance de sua expulsão, acertou o rosto de Richarlison com o braço sem ter intenção, e ressaltou que pediu desculpas ao brasileiro.

 

"Eu simplesmente tentei fazer a cobertura no lance, mas, lamentavelmente, meu braço bateu no rosto dele. Pedi desculpas na hora para o Richarlison, porque foi sem intenção, e até fiquei tranquilo na hora, porque sabia exatamente o que tinha acontecido", contou.

 

Vale lembrar que a FPF (Federação Peruana de Futebol) anunciou que apresentará uma queixa formal à Conmebol (Confederação Brasileira de Futebol) contra Bascuñán, cuja arbitragem foi descrita como "maliciosa e tendenciosa" pelo diretor esportivo da Federação, Juan Carlos Oblitas – ESPN.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas