....
....

12/01/2021

Coronel dos Bombeiros e sua mulher são encontrados mortos dentro de apartamento em Juiz de Fora; corporação emite nota


Morreram no fim da tarde do último domingo (10/1) o coronel do Corpo de Bombeiros, Marcello Tadeu de Souza Brito, e sua mulher, Margareth Maria de Castro Brito, em Juiz de Fora, na Zona da Mata mineira.

 

Em posicionamento oficial, o Corpo de Bombeiros informa que o fato aconteceu na Rua Edgar Quinet, no Bairro Morro da Glória, em Juiz de Fora. Os corpos estavam dentro de um apartamento.



 

A corporação esclarece que só se manifestará sobre o teor dos fatos após perícia da Polícia Civil. Porém, fontes afirmam que há suspeita de feminicídio seguido de suicídio com uso de uma arma de fogo.

 

A reportagem procurou as polícias Militar e Civil para obter posicionamentos. O primeiro órgão informou que a posição cabia somente aos bombeiros. O segundo ainda não atendeu à solicitação.

 

Natural de Diamantina, no Vale do Jequitinhonha, o coronel iniciou sua carreira militar em 1985 e chegou a comandar o terceiro Comando Operacional de Bombeiros (3º COB), localizado em Juiz de Fora, até 2015.

 

Ele tinha diversas honrarias junto à corporação e era pós-graduado em Segurança Pública.

 

"Lamentamos profundamente a perda e prestamos nossa solidariedade e apoio à família, amigos e irmãos de farda. Rogamos a Deus que conforte os corações de todos", informou o Corpo de Bombeiros por nota assinada pelo comandante-geral da corporação, coronel Edgard Estevo da Silva.

 

Informações sobre o velório e o sepultamento serão divulgados oportunamente, segundo os bombeiros – EM.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas