....
....

22/02/2021

Jovem de 25 anos afirma que engravidou de “rajada de vento” enquanto estava deitada de bruços, na sala de casa


Siti Zainah, de 25 anos, disse que ficou grávida após uma rajada de vento na Indonésia. Ela afirmou que percebeu a gravidez uma hora antes de dar à luz. A criança nasceu na última semana, na cidade de Cianjur, em West Java. O caso é investigado pela polícia local.

 

A mulher relatou ao jornal Times Now que estava na sala de sua casa quando “sentiu” a rajada de vento. “Depois da oração da tarde, eu estava deitada de bruços e, de repente, senti uma rajada de vento entrar na minha vagina”, contou.

 

Zainah foi levada as pressas para uma clínica de saúde comunitária, onde o parto foi realizado. “Fui ao local com o chefe da subprefeitura e o chefe do distrito. A mãe e o bebê estão em condições saudáveis ​​e o parto foi normal. O sexo do bebê é feminino e ela pesa 2,9 quilos”, revelou Eman Sulaeman, diretor da clínica. Segundo ele, Siti provavelmente teve uma “gravidez enigmática”, que é quando uma mulher não sabe que está grávida até entrar em trabalho de parto.

 

De acordo com o Daily Star, após o nascimento da criança, policiais visitaram a casa de Zainah para iniciarem a investigação. “A questão é que queremos esclarecer as notícias confusas sobre a mulher grávida que deu à luz de uma maneira considerada não natural. Não queremos que este assunto crie rumores selvagens entre o público”, explicou um porta-voz da polícia – Istoé.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas