....
....

20/03/2021

Sem UTI, sertanejo Diego Argenton, da dupla “Bruno e Diego” morre vítima da Covid-19 aos 28 anos


O cantor sertanejo Diego Argenton, que formava a dupla Bruno e Diego, morreu na noite da última quinta-feira, em decorrência de complicações do quadro de Covid-19. O cantor tinha 28 anos e deixa mulher e dois filhos, Lara, de apenas um mês, e Lucca, de 5 anos. Segundo reportagem do UOL, o cantor morreu após não conseguir leito de UTI na cidade de Assis Chateaubriand, no interior do Paraná.

 

A reportagem informa que Diego testou positivo para covid no início de março, mas apenas na última segunda-feira (15) começou a passar mal. De acordo com Nathalia Argenton, esposa de Diego, a família tentou vaga em UTI por sete horas em cidades da região, mas não conseguiu. No dia de sua morte, por conta de exames realizados no tratamento para covid, o cantor descobriu que tinha diabetes – fator que aumenta o risco de vida de pacientes de covid-19.



 

“Estamos totalmente sem chão pelo fato de ter sido algo muito rápido. Ele estava bem na segunda-feira e nem sei explicar o que sentimos agora. Desde o início da semana, não fizeram o teste de diabetes logo no início do atendimento para saber da condição dele”, lamentou Nathália – Istoé Gente.

 

Carlos Magno

 

VEJA TAMBÉM:

Cheirar pum pode prevenir câncer, AVC, ataque cardíaco, artrite e demência, diz estudo de universidade do Reino Unido

- Assassinato de moradores de rua em Campina Grande-PB gera comoção: radialista faz artigo em homenagem a "Maria Suvacão"

- UEPB vai ganhar curso de Medicina no campus de Campina Grande. Veja detalhes

-
Cliente que passar mais de 20 minutos em fila de banco na Paraíba receberá indenização

- Jovem forja a própria morte para saber "quais pessoas se importariam com sua ausência" e vem a público pedir desculpas